RESENHA: Reply 1997



Ah, que dorama perfeito! Em nenhum momento me arrependo de ter gastado tanto tempo (cerca de 15 horas) assistindo essa perfeição dos Deuses. Não tenho tanta certeza ao dizer que é meu dorama preferido, já que tem dois fortes concorrentes na minha lista: Shut Up Flower Boy Band (Myungsoo♥) e To The Beautiful You (Sulli e Minho♥).
Realmente devo confessar que comecei a assistir esse dorama por causa do Hoya, não muito confiante que a história seria boa. Tomei um tapa na cara! Em poucas palavras, ele é perfeito e completamente cativante, de dez a zero, com certeza dou a nota dez. 
Se não assistiu o dorama, apenas um aviso: contém spoilers. Não vou segurar minha língua pra contar o que aconteceu nesse drama.

O dorama começa em 2012. Com o falecimento do antigo professor deles, eles se encontram em seu velório. O que era para ser algo triste acaba se tornando algo alegre e divertido, pois começam a relembrar coisas que aconteceram com eles entre 1996 e 2000, quando a história muda de rumo devido à formatura e separação desses amigos. 

Do começo ao fim, o dorama carrega o suspense mais idiota de "quem é o namorado da ShiWon, YoonJae ou TaeWoong (irmão do Jae)?", tá na cara que é o Yoonjae, por favooooooooooooor, mas mesmo assim, esse suspense foi um dos itens que me prendeu e me fez duvidar de minha própria capacidade mental.

Em 2005, há o reencontro entre ShiWon e YoonJae, o apaixonado casal que mesmo depois de cinco anos sem se verem ainda se amam e bla bla bla bla bla de dorama. Aí a coisa começa a ficar séria. Eles começam a namorar, casam, tem uma filha (pervertiiiiiiiiiidos) e é isso.
Nessa "re-união" de 2012, ShiWon está grávida de sua segunda filha. Até o momento em que tocam nesse assunto, ainda não se sabia quem era o seu marido e como eu disse, só revelam isso no último episódio, quando a criança nasce.


Resumindo a história entre o foco principal da mesma, é isso. Porém, a história também se passa entre a juventude de Mo YooJung (melhor amiga de Shiwon) e seu namorado, HakChan. O lance deles é tão enrolado e engraçado que só de lembrar me dói o estômago de tanto rir.
Por que gostei tanto desse dorama? Comecemos pela personagem principal, Sung ShiWon, interpretada pela A-Pink "Eunji".

Quem assistiu o dorama ou pelo menos leu a sinopse, sabe que ela é uma White Angel (fã do H.O.T). Me identifiquei com ela por esse motivo, não exatamente sobre o H.O.T (mesmo amando esses oppars lindos e chorando só de lembrar que um dos melhores grupos sul-coreanos se desfizeram, ainda não sou uma White Angel) ou pelo seu amor pelo Tony (integrante do H.O.T que, por coincidência da vida, também é meu bias), mas por me colocar em seu lugar.
Se trocarmos H.O.T pelo Infinite e o Tony pelo Woohyun, podemos dizer que somos parecidas. O ponto que fangirls surtam, gritam, se esperneiam, choram e sofrem pelos seus idols chega a ser engraçado, vergonha própria e ao mesmo tempo orgulho em dizer algo do tipo. Claaaaaaaaaro que não posso passar duas noites na frente da casa do Woohyun ou ser a primeira a ficar na fila em frente a loja para comprar o novo álbum do grupo, mas isso é apenas uma questão de distância e de filha da putagem do destino. Como eu odeio ser fã internacional.



Essa filha da puta sortuda chamada Eunji ainda deu uns pegas no Seo InGuk, eita inveja! Por isso que eu quero ser atriz! Quem me dera ter um namorado tão bonito assim como o InGuk oppar mesmo que seja em dorama.
Aproveitando a imagem acima para um comentário rápido: na minha opinião, o melhor beijo de dorama entre os que já assisti.


O primeiro beijo deles também foi lindo, pena que a Shiwon quebrou completamente o clima com sua imaturidade. Mas se não fosse por isso, a história ficaria sem graça.

Reply 1997 - korean-dramas Wallpaper

Além dela ser fã coreana e acompanhar seu grupo preferido desde o debut, há outra coisa que invejo muito na ShiWon: suas amizades. É realmente ter amigos de infância que duram para a vida inteira, as pessoas que eu costumava falar quando era mais nova nem me reconhecem ou, se reconhecem, fingem que eu não existo. Espero que eu possa levar as poucas amizades que tenho atualmente por um longo tempo.



Vamos falar um pouco do Hoya, o desgraçado motivo que me fez começar esse dorama perfeito, Howon eu te amo! Me apaixonei também pelo JoonHee, seu personagem. Seu personagem que é ay! Gay! Guei! Como alguém pode ser tão gay?! Nunca mais vou conseguir ver o Hoya como antes... *lembrando do solo dele na Second Invasion Evolution* ou não.



Podia ter rolado um bônus aleatório de uma cena de beijo entre os dois. Não algo que realmente tenha acontecido... um sonho do JoonHee, por exemplo. Eles formam um casal bonito e fiquei de coração partido ao ver meu bebê gordo sofrendo, mesmo que seja uma atuação, mas dane-se, sou shipper de YoonShi. O Hoya tem o Dongwoo na vida real *risos*.



Atualmente, é o dorama mais bem votado do MyDramaList e o segundo mais votado geral, com 9,04, ficando apenas atrás do filme "A Werewolf Boy", wow! Rank claramente bem merecido. Futuramente, quando terminar a minha lista de doramas nem um pouco pequena, com certeza o assistirei novamente para relembrar os bons momentos que passei assistindo a este.
Caso não tenha assistindo ainda, mals aê pelo spoiler e te recomendo com todas as minhas forças. Para assistir online, clique aqui, legendas em português disponíveis.

Veja também

0 comentários