Gosick (2011)


Sinopse: A história de Gosick acontece no ano de 1924 em uma pequena nação européia, a fantasiosa Saubure. O anime se concentra em Kazuya Kujo, o terceiro filho de um Soldado Imperial Japonês, que está estudando por intercâmbio na Academia Santa Margarida, onde as lendas urbanas e histórias de terror são assunto comum. Lá ele conhece a Victorique, uma garota linda e misteriosa que nunca aparece nas aulas e passa todo o seu tempo na biblioteca, devorando todos os livros ou resolvendo mistérios que os detetives não conseguem resolver. Acompanhem Kujo e Victorique enquanto eles se esforçam para resolverem todo o tipo de mistério assustador.

Ok, faz um tempo que não comento sobre animes aqui no blog, resolvi começar o ano então quebrando todo esse clima e falando sobre o meu preferido: Gosick. A animação é uma produção do Estúdio Bones, o mesmo responsável pelos famosos Soul Eater, Ouran High School Host Club e Fullmetal Alchemist. Já sabemos que só pode vir coisa boa disso.

Gosick foi um dos primeiros animes que assisti, logo após seu lançamento, e continua sendo até hoje um dos meus preferidos - eu nunca consigo decidir qual é meu preferido, tenho cerca de cinco na disputa e sou bem feliz assim, obrigada.  


Victorique tem aparência de boneca, mas a língua afiada e suas habilidades de detetive não são páreas para ninguém. Seu amplo vocabulário e articulação da voz a faz parecer madura, porém, ainda têm seus momentos de agir como uma garotinha, com suas birras e a imensa paixão por doces. Enquanto isso, Kazuya é conhecido como "o ceifador negro", por conta de uma antiga lenda bem popular entre os estudantes da escola. Torna-se amigo de Victorique e, por sua coragem, um "guarda-costas" para a garota. 

O que mais me fez gostar dele foi a forma em que misturaram mistério e romance, sem estragar nenhum dos dois. O misto ficou maravilhoso, a cada episódio você fica ainda mais presto à história e aos casos que eles tentam resolver, enquanto, na medida certa, se apaixona pelos dois - e eles vão se apaixonando também.

Dentre esses mistérios, temos várias histórias e lendas japonesas e europeias, o que tornam a experiência ainda mais interessante. A principal lenda no enredo é a de Queen Berry, um navio onde várias mortes ocorreram, que afundou logo após os sobreviventes serem resgatados, porém quase todos tiveram problemas mentais mais tardar.

O anime é uma adaptação da light novel japonesa de Kazuki Sakuraba e Hinata Takeda, originalmente públicada entre os anos de 2003 e 2007. Em 2010 sua versão para televisão foi confirmada, indo ao ar no ano seguinte. Consta com uma única temporada de 24 episódios que pode ser baixada pelo Sakura Animes Anbiente

Veja também

4 comentários

  1. Karoline! Feliz Ano novo!!!

    Um dos animes que deveria ter assistido há anos atras... Cara me simpatiso muito com estilo assim, esse vestidinho de boneca, estilo de era vitoriana. E só de olhar para a garota, dá vontade de fazer cosplay! Quem sabe se tiver dim dim *cry
    Quem sabe nos tempos livres irei assistir? Adoro história de detetive!

    Kiss

    matcha Tea.
    Tsuki no Shita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz ano novoooooo!!!

      Esse anime é muito lindo, vale muito a pena ser assistido, viu? Morro de vontade de fazer cosplay da Victorique, ela é tão linda, tão bonequinha, já até andei pesquisando, mas fica tão caro graças à esses vestidos... quem sabe um dia, não é?

      Se adora histórias de detetive, irá adorar Gosick!

      Beijos <3

      Excluir
  2. Oii! Feliz ano novo!
    Nunca ouvi falar desse anime, mas gostei da sinopse dele e da resenha. Na verdade acho que são poucos os animes que se passam em algum século mais distante que eu ja vi, e eu me interessei bastante por esse.
    Não estou vendo animes no momento, estou mais focada nos doramas, mas acho que esse é uma boa dica pra começar a assistir de novo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz ano novo, Késsia!

      Não conheço muitas pessoas que tenham assistido-o ou que ao menos tenham ouvido falar dele sem ser por mim, o que acho uma pena, já que ele tem uma história tão linda para contar a quem assiste.

      Não sou muito de assistir animes, já confessei isso em algumas postagens anteriores, mas esse foi tão bom que tenho até vontade de rever, sério!

      Ultimamente ando mais focada nas séries que em tudo, pretendo voltar para os animes algum dia desses, mas agora deu uma pausa para assistir um dorama que vem me chamando muita atenção.

      Beijos!

      Excluir