'Ele Está de Volta' é o filme que você precisa assistir hoje


Passei o final de semana de cara na Netflix, como de costume, e acabei me dando conta de que o filme "Ele Está de Volta" estava finalmente disponível para ser assistido. Havia visto alguns artigos meses atrás sobre o seu lançamento na tão querida rede de streaming e desde então fiquei ansiosa por ele, visto que tenho grande interesse em filmes e documentários sobre a Segunda Guerra Mundial e seus protagonistas, mas nunca havia assistido nada cômico a respeito do assunto.

Que tal uma sátira para quebrar o clima cruel da realidade? "Er ist wieder da", "Look Who's Back" ou em nossa versão, "Ele Está de Volta", é uma comédia alemã baseada no livro de mesmo título, escrito por Timur Vermes. O longa chegou aos cinemas da germânia em outubro de 2015 e tornou-se um sucesso de bilheteria local, agora é a vez dos cinéfilos internacionais assistirem-no. Obrigada, Netflix.


Em sinopse, Adolf Hitler acorda em Berlim, no ano de 2011, completamente perdido e sem memória alguma sobre o que aconteceu depois de 1945. As mudanças na Alemanha são claras, desde que sua última lembrança era de um partido extremamente nazista e que agora é governado por uma mulher. Ninguém acredita que esse sujeito seja realmente o Hitler, afinal, quem acreditaria? Passa a ser conhecido então como um artista alucinado que não consegue sair de seu personagem, mas com o avanço e sucesso da tecnologia atual, acaba viralizando na internet e ganha até mesmo um programa de televisão para propagar suas ideias. 

Hitler e televisão, já dá para imaginar o resultado de tudo isso, né? Ainda mais porque seu discurso doentio continua o mesmo. Pois bem, coisa boa não pode sair disso, mas pelo menos para nós, meros espectadores e cientes de toda a ficção envolvida, é risada garantida. Acredito que o mais divertido de tudo fora vê-lo aprendendo a acessar o Google e entendendo sua utilidade, de certo modo foi uma cena um tanto fofa. 


Uma curiosidade interessante é que, além do uso conventual das câmeras, algumas escondidas também serão aplicadas às filmagens deste longa, mostrando Hitler em seu novo cotidiano e registrando as mais sinceras reações do público. A interação ficou superinteressante, desde pessoas surpresas e assustadas, os famosos estressadinhos e gente que se rendeu ao momento não resistindo em tirar uma selfie ao lado do Sr. Bigode Nazista.

Enfim, a obra é dirigida por David Wnendt e distribuído pela Constantin Film. Consta com os nomes Oliver Masucci, Fabian Busch e Franziska Wulf no elenco principal, sendo o primeiro responsável pelo papel do ditador. Vale a pena conferir!


Veja também

22 comentários

  1. UHEUHEUHEU, sobre passar o dia de cara na netflix, eu passei o meu na cama porque a faculdade está sugando minha alma. Principalmente a matéria "Fundamentos Filosófios e Sócio-Históricos da Educação". Gente, nada pior do que 4 horas dessa matéria numa plena sexta-feira UHEUHEUHE!!!
    ENFIMMMMM, deixando isso de lado, eu to com a janela do netflix aberta pra assistir esse filme AGORA! Por alguma razão eu acho super interessante essa parte de Hitler na história, e independente do contexto, eu penso que vale muito a pena assistir mas só de ler a postagem da pra ver que vai ser comédia. ADORO!!! ♥♥
    AI MDS QUE SAUDADE Ç3Ç ♥♥♥
    Um beijo e um queijoooo♥♥♥
    Beijãoooooooo♥♥♥

    Sekai Bakawaii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro para ser tão interessante, estou até com inveja de você! (SOQN)
      Eu também estou com muitas coisas da faculdade para fazer, mas me recuso a encostar um dedo nos cadernos durante o final de semana, são os meus dois dias de descanso e acabo deixando todo o trabalho pesado para a semana. AHUHAUHA
      VAI ASSISTIR, MENINA! Filmes sobre história são muito bons, sou suspeita a falar já que gosto bastante de documentários, ainda mais sobre Segunda Guerra. Ver essa versão mais cômica de Hitler foi uma experiência super doida, recomendo esse filme para todo mundo que VALE A PENA SIM!
      E SAUDADES DEMAAAAAAAAAIS <3

      Beijão e feijão <3

      Excluir
    2. Faz você refutar se nós aprendemos com o passado ou apenas acreditamos que estamos a salvo dele. Para refletirmos se podemos acreditar em um futuro melhor ou apenas o subestimar ingenuamente.

      https://rezenhando.wordpress.com/2016/06/14/rezenha-critica-ele-esta-de-volta-2015/

      Excluir
  2. Nossaaaa faz muitoooo tempooo mesmo que quero ler o livro e confesso que nem sabia que tinha o filmee! Achei a premissa da história muito legaal mesmo! E por mais que criticam a capa do livro acho ela super cool e criativa! Quero muito assistir o filme e que me lembro nunca assisti um filme alemão (creio que vai ser um dos primeiros) estou ansiosa! Agora só preciso me decidir se leio ou assisto primeiro... Mas seu post me convenceu que preciso assistir!
    Beijinhoooos Bi

    http://www.janeladela.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Confesso que não tinha conhecimento do livro até ficar sabendo da distribuição do filme pela Netflix, mas assim que o descobri já fiquei naquela vontade de ler, tal qual só aumentou após assistir a versão para cinema.
      Sério que criticam a capa? Eu achei ela tão linda! Gosto da simplicidade dela.
      Já assisti alguns outros filmes alemães e posso garantir para você que é um cinema completamente diferente do que estamos acostumados a ver, mas se, assim como eu, você também é fã de cinema europeu (França e Inglaterra, principalmente) com certeza ficará cativada pelas obras germânicas também.

      Assista sim, hein?
      Beijos!

      Excluir
    2. Filmes alemães são incríveis, me apaixonei desde que assisti "A onda", quem melhor pra escrever boas historias envolvendo autocracias do que eles? kkkkkkkk

      Excluir
    3. "A Onda" é um filme incrível, Anônimo! Não foi o primeiro alemão que assisti, mas é um dos que melhor recordo-me por tê-lo visto durante uma aula. Excelente crítica, elenco maravilhoso!

      Excluir
  3. Meu deus, como é que eu não tinha conhecimento de tal filme, tenho de ver isso assim que puder! (ou ler). Agora tenho andado meio ocupada mas está na lista, ainda por cima eu adoro comédia, podes crer que vou ver hahaha XD

    Unicorns and Chill

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que tiver um tempinho disponível, aplique-o nesse filme que vale muito a pena, Bea! É uma comédia um tanto pesada, já que o assunto por si só já é algo que não dá pra falar com tanta leveza assim, rs, mas é tão engraçado ver Hitler no cotidiano atual!

      Excluir
  4. Menina, nós somos irmãs gemeas, também vivo na Netflix nos finais de semana (na verdade quem dera fosse só no fds kkk) e documentários e coisas sobre a Segunda Guerra Mundial e afins. Uma das coisas que eu mais gosto na Netflix é exatamente isso de ter filmes de outros países além dos EUA (os "estrangeiros").
    Eu tava vendo muito filme triste e tava precisando mesmo assistir uma sátira e algo engraçado sobre a Segunda Guerra para descontrair xD Agora eu vou pegar a disciplina de História das Relações Internacionais II e fala sobre a 2ºGuerra então tá dentro dos estudos kkkk

    Bjs ~(^з^)-☆
    shyandbrave.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão é quem não vive de Netflix nos finais de semanas, né? AHUAHUAH É meio raro encontrar pessoas que gostem dessa temática de filmes, a maioria tem aquela visão chata e fechada de que é uma coisa ultrapassada e sem graça, trauma de escola eu diria, rs, mas os filmes estrangeiros e documentários tem muita coisa a oferecer e acrescer em nossas vidas.
      O filme é uma sátira tremenda, pegou super pesado e eu adorei, olha que nem sou fã de comédias, hein? Aproveita e vai assistir, Bea!

      Beijos. <3

      Excluir
  5. Ainda não tinha ouvido falar do filme, mas parece hilário! Já fiquei imaginando algumas cenas aqui kkkk Faz um tempo que venho tentado assistir alguns filmes estrangeiros sem ser dos EUA, para desgrudar um pouco de Hollywood, sabe? E tô curtido a experiência, já tenho mais um para lista!
    Abraços e valeu pela dica!
    A propósito amei o blog e já estou seguindo :)
    ~Duda~ www.dudaecami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é hilário mesmo, Duda! Aproveita que você está nessa vibe de filmes estrangeiros (aliás, arrasou! Vale super a pena quebrar esse paradigma de que só Hollywood possui grandes produções) e curta essa comédia maravilhosa, vai ser ótimo para a sua experiência!

      Obrigada por seguir o blog e de nada pela dica, haha.
      Beijos! <3

      Excluir
  6. Um filme muito interessante. E... Além de cumprir o papel para qual foi feito(cômico), não deixou de exercrar a verdade de Ontém, q continua sendo a verdade de hoje. Os "Hitler,s de hoje continuam pondo em prática , uq o Hitler de Ontém fazia... O fim do filme, aquela conversa/reflexão foi a cereja do bolo, simplesmente sublime! Me recordei da épica frase q tem no filme: "cruz de ferro" Sobre o cão bastardo estar no cio novamente. Uq pra mim reproduz muito à verdade não só para os nazistas, mas para os q tiveram antes deles e tbm para os q vieram depois. Pq como bem diz nessa fala do "ele está de volta", segue: " você nunca se perguntou por que as pessoas me seguem? Porque, no fundo, elas são como eu! Tem os mesmo princípios"... E é a pura verdade! Estamos hoje, 2016, com vários "Hitler,s" espalhados pelo mundo, e com milhões aplaudindo as carnificinas deles! Nada muda... A não ser os Nomes e épocas... Pra finalizar, um baita filme q merece ser visto e revisto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem interessante mesmo!
      Acredito que filmes sobre os acontecimentos e personagens de segunda guerra, por mais que sejam conceituados como história, são tão atuais quanto os de hoje em dia. Obviamente - e felizmente - os conflitos não são de uma escala tão gigantesca como a presenciada entre 39 e 45, mas com toda certeza há pequenos Hitlers espalhados em meio aos governos de todo o mundo.

      Excluir
  7. Filme hilário, mas também político. Muito bom. Não deixem de assistir "A onda", alemão também.

    ResponderExcluir
  8. Filme hilário, mas também político. Muito bom. Não deixem de assistir "A onda", alemão também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A Onda" é um excelente filme, altamente recomendável tanto por sua qualidade cinematográfica quanto pela crítica nele presente.

      Excluir
  9. Uma crítica maravilhosa aos acontecimentos atuais na Europa. Hitler já não existe mais, mas muitos dos seus pensamentos continuam na mente de muitos... Vejam só as pessoas falando a respeito de Mulçumanos, pessoas de fora que chegam pra trabalhar, refugiados... O preconceito é o mesmo! Nos alemães em geral, de pessoas comuns aos governantes... Hitler ainda continua vivo e pensante na cabeça de muitos.
    O título "Ele está de volta" diz tudo!

    ResponderExcluir
  10. show de bola, pra mim esse e o filme do ano, no começo nao tive muito interesse, mais fui surpreendido com tanta criatividade, queria poder ver mais filmes como esse. um tanto quanto comico e um grande fundamento realista, um filme que todos deveriam asistir. por mais que o filme seja uma comedia, chega a dar medo em certas parte...
    o filme termina com uma sensação de que deveria ter continuaçao.
    seria otimo se houvesse... ´
    se euu soubesse que era tao magnifico, teria lido primeiro o livro kk

    ResponderExcluir
  11. Depois de ler essa resenha tive certeza de que quem a escreveu ou não entendeu o objetivo do filme ou não quis comentar nada a respeito. "A interação ficou superinteressante, desde pessoas surpresas e assustadas, os famosos estressadinhos e gente que se rendeu ao momento não resistindo em tirar uma selfie ao lado do Sr. Bigode Nazista." ????? Os "famosos estressadinhos"?!?!?! Cara, o filme faz uma crítica gigantesca justamente a essa questão de líderes extremistas e quando alguém é contra são os "famosos estressadinhos"??? Se você não percebeu, a questão principal do filme é mostrar como esses políticos extremistas usam o contexto de crise, de refugiado, de não sei o quê pra inflar ódio nas pessoas e fazê-las apoiarem um Bolsonaro ou Trump da vida... Começa com piadinhas preconceituosas e depois se torna ao algo gigantesco que não se tem controle, afinal como o próprio Hitler disse, foram as pessoas que colocaram ele lá, foram elas quem escolheram um monstro. Sinceramente, se aquela senhorinha gritando com o Hitler e as cenas a partir daí (principalmente o final) não foram o suficiente pra alguém perceber a crítica e quão séria é essa situação, sugiro que a pessoa reveja o filme se atentando pra isso, pq né... O filme é uma sátira, sim, mas não creio que devesse ser rotulado como comédia. Como li em uma texto por aí, é um filme de crítica política com um fundo de comédia. Ele nos faz pensar mais do que rir, e confesso que fiquei bastante assustada e angustiada em várias partes, principalmente quando mostram a reação de pessoas reais a esse suposto Hitler. Se alguém viu graça nisso, já pode ir lá se alistar pros skinheads. Não é legal rir ou fazer alusões ao nazismo nem de brincadeira, como várias pessoas no filme fizeram. Acho que a reação da velhinha deveria ser a reação do mundo, e essas pessoas nunca deveriam ser chamadas de "famosos estressadinhos". Bem, é isso, até mais.

    ResponderExcluir
  12. Faz você refutar se nós aprendemos com o passado ou apenas acreditamos que estamos a salvo dele. Para refletirmos se podemos acreditar em um futuro melhor ou apenas o subestimar ingenuamente.

    https://rezenhando.wordpress.com/2016/06/14/rezenha-critica-ele-esta-de-volta-2015/

    ResponderExcluir