Diretores comentam sobre dificuldades em trabalhar com atores mirins

by - novembro 21, 2017


Trabalhar com crianças não é fácil, mas já pensou em ter que dirigir um elenco infantil durante as gravações de um filme, seriado ou novela? Esse trabalho executado por diretores e treinadores não é fácil, e eles comentam as maiores dificuldades e situações singulares da profissão.

Park Kwang Hyun, diretor do curta-metragem "Gummy Man", revelou recentemente em entrevista  JTBC qual a parte mais difícil de trabalhar com atores infantis, contando que teve um tempo difícil ao filmar com um ator infantil que deveria fugir dos valentões enquanto parecia horrorizado, mas as crianças não conseguiam não agir naturalmente, sorrindo e rindo enquanto corriam. "O personagem deveria ter medo quando ele foge dos valentões, mas, enquanto as crianças correm, elas riem", diz o diretor.

Elenco mirim de Gummy Man.
O ator infantil Park Si Wan não conseguiu manter um rosto sério enquanto fugia dos valentões e, para tornar as coisas ainda mais difíceis, o diretor não conseguia repreender um garoto tão fofo como ele. "Você sabe, se você fosse um pouco mais velho, eu estaria repreendendo você", comenta o diretor durante as gravações da cena.

Depois de repetidamente falhar em suas tomadas, Park Kwang Hyun, em uma brincadeira, ameaçou fazer um cachorro assustador perseguir ao pequeno Si Wan. Embora fosse uma ameaça vazia, funcionou, e Si Wan manteve com sucesso seu rosto assustado enquanto corria em cena! Ninguém poderia adivinhar que a alegria e energia natural de uma criança poderia se tornar a maior fonte de problemas para os diretores durante a gravação de um filme.



Já em "Beyond Stranger Things", after-show oficial apresentado por Jim Rash sobre os bastidores da segunda temporada da famosa série original Netflix, seus criadores revelam no segundo episódio as aventura que era trabalhar com o elenco infantil durante as gravações, apelidando suas ações de "bizarrice de criança", mas afirmando que foram essas particularidades infantis  que os fizeram ser escalados.

"Ao dirigir esta série, você acaba dizendo coisas que nunca mais falará como diretor. É singular dirigir este elenco infantil", comenta o produtor Shawn Levy. Como exemplo, Matt Duffer conta que durante a gravação da primeira temporada, há dois anos, era comum dizerem coisas como "parem de se estapearem antes da tomada, isso faz o rosto de vocês ficar vermelho". Quando perguntados sobre o motivo de se baterem, Gaten Matarazzo, que interpreta o pequeno Dustin responde, em meio a risos, "adrenalina, eu acho".


Os criadores, diretores e produtores da série ainda brincam dizendo que é por seus cérebros ainda não estarem bem desenvolvidos, tirando risos de todos. "Os nossos já pararam de se desenvolver, isso é o máximo a que chegaremos na vida adulta", comentam os adultos, não perdendo a chance de rirem de si mesmos.

No Brasil, Ariel Moshe foi coach na novela Carrossel, do SBT, exibida originalmente entre 2012 e 2013. Mesmo com 40 anos de profissão como ator, diretor e treinador, diz que não é fácil comandar as crianças e que tenta não tratá-las como tais, mas sim colocá-las como profissionais.

Não é um trabalho fácil, mas o resultado de esforços dos diretores e atores valem a pena, gerando ainda experiências únicas e prazerosas não somente aos profissionais envolvidos, mas ao público que se diverte e/ou se emociona com o produto final.

Veja também:

1 comentários

  1. Nossa deve ter seus desafios mesmo, li que depois de fazer It a coisa um dos atores ficou com a boca muito suja ( falando besteiras) e tiveram que reprender ele.
    Adoro os assuntos do seu Blog♥
    Beijinhos ;*
    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir