Pokémon - Eu Escolho Você entrega pura nostalgia aos fãs

by - novembro 08, 2017


O vigésimo filme oficial da franquia de Pokémon chegou aos cinemas japoneses em julho de 2017, com sessões especiais em território brasileiro apenas nos dias 05 e 06 de novembro. O filme é basicamente um resumo do anime original de 1997, com algumas adaptações e visual repaginado que talvez não funcione para capturar novos fãs, mas é ótimo para efeito de nostalgia aos que já acompanham a franquia.

Uma das maiores febres do início dos anos 2000 está de volta aos cinemas com a história que já conhecemos e amamos, mas com novos e cativantes elementos para dar um ar de originalidade que não compromete em nada à nostalgia sentida. Mais uma vez, na cidade de Pallet, o garoto Ash acorda atrasado para o seu primeiro dia como treinador Pokémon e recebe um Pikachu "defeituoso" como seu inicial, mas seus companheiros nessa jornada não serão Brock e Misty, e sim Sérgio (Souji) e Vera (Makoto), que apresentam personalidades bem diferentes dos antigos parceiros.


Sérgio, ao contrário do garanhão Brock, é rapaz de poucas palavras e prefere ficar quieto na sua, mas tem um coração quente e o sonho de tornar-se um professor de Pokémon. Estudioso, apresenta informações interessantes quando surge alguma dúvida entre seus colegas jornada e demonstra-se bastante útil com suas habilidades em medicar e curar Pokémon doentes e feridos.

Vera não é tão explosiva como a Misty, mas apesar de seu primeiro contato com Ash não ter sido dos mais amigáveis, rapidamente evoluiu para uma bela amizade baseada em muita aventura. Além do seu grande e óbvio amor por Pokémon fofos, a garota possui uma história familiar forte que é revelada na trama do filme.


Ainda no time dos humanos, outro personagem novo que ataca é Cruz (Cross), uma versão atualizada de Damian, personagem que aparece nos primeiros episódios do anime original como o treinador que abandona Charmander por considera-lo fraco demais. Em primeiro momento, sua personalidade é semelhante ao original, mas o garoto evolui e transforma-se ao longo da narrativa.

"Se tem essa nova versão do Damian, então, a história do Charmander também está no filme?" sim, está. Para o vigésimo lançamento cinematográfico da franquia, os produtores apostaram em uma forte carga emocional, trazendo momentos marcantes do anime para as grandes telas do cinema. Prepara-se, então, para chorar com essa e outras muitas cenas baseadas na primeira temporada da animação televisiva - e algumas risadas, principalmente quando se trata das aparições magníficas da Equipe Rocket. As referências não são nada fracas.


Mas não espere tudo igual: os novos personagens foram adicionados para poder trazer algumas adaptações ao enredo que já conhecemos. Apesar de várias cenas serem de fácil reconhecimento, elas são apenas "caminhos" para se chegar ao novo objetivo do filme, que é uma história original para Eu Escolho Você.

História, inclusive, que segue para um apelo emocional tão forte quanto o das referências citadas. Ash precisará confrontar seus próprios sentimentos e ambições que enfrentará em suas batalhas e derrotas, apresentando um lado humanizado da relação treinador-pokémon que, se não for respeitada, pode causar sérios danos inclusive ao ambiente em que se encontram. Ser forte vai muito além de ser capaz de vencer todas as batalhas, mas de seguir com humildade e confiança mesmo na derrota.


Tal apelo, entretanto, falha em uma cena específica com Pikachu, que acaba revelando-se mais como um momento desconexo e descaracterizado do personagem do que emocionante, como era intencionado. Nada que atrapalhe o resultado final da obra em si, visto que o restante das muitas aparições do mais icônico personagem continuam fiéis ao confortável esperado. Seu drama para entrar na pokébola é tão bem aproveitado que surpreende.

O visual está todo reformulado, com traços bem diferentes do que estamos acostumados, como se seu design colaborasse para a compreensão de que essa é uma nova história, uma nova visão sobre Pokémon. Em meio as cenas, entretanto, há um divertido jogo de easter-eggs sobre encontrar Pokémon nos mais diferentes lugares, colocando-os como parte do cenário ou pequenas surpresinhas nos momentos mais inesperados.


Mesmo com pouca duração, apenas 95 minutos, foi capaz ainda de apresentar com grande qualidade monstrinhos de diferentes regiões, além de apresentar alguns novos ao filme. Marshadow, talvez, seja o mais importante dentre os novatos, como um tipo raro que tem sua missão e posição bem determinada desde o primeiro momento em que entra em cena, sendo de extrema relevância para todo o desenvolvimento e desfecho da trama.

De novo também apresenta a dublagem atual da Cartoon Network, que não deixa de ser boa com Charles Emmanuel (Ron Weasley, Ben10) na voz de Ash, mas nada é capaz de superar a primeira, com Fabio Lucindo como dublador do protagonista. É um trabalho digno, mas que causa estranheza aos mais antigos e menos acostumados. A nova história, entretanto, se equipara muito bem e honra a franquia de Pokémon não somente com um fanservice bem distribuído, mas com conteúdo de qualidade capaz de apertar os corações dos fãs - e ainda rendeu um card do Pikachu com boné que é a coisa mais fofa do ano!

Veja também:

2 comentários

  1. Oiee Karol, quanto tempo!!!

    Esses dias estava vendo trailer desse filme pokemon, estava com muita vontade de assistir, mas infelizmente parece que passou do prazo... agora talvez apenas em netflix ou sei lá. =/ Mas voltando no assunto, acho bem interessante Ash tomar outro caminho de correr atras da Hou-ou, encontrando pokémons de outras regiões xD Lembro que no pokemon gold tem essa cena de encontrar com ela, mas acaba meio "ignorando" e seguindo outra rota.
    Ai caramba, vou procurar na net onde encontrar esse filme que preciso assistir! ><

    p.s.: verdade, charmander foi um pokemoon rejeitado pelo antigo dono, lembrei isso e quase chorei. T_T

    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pam! Tudo bem?
      Faz tempo mesmo!
      Pois é, acho que não volta mais para os cinemas brasileiros T - T mas não acredito que vá demorar muito para ser disponibilizado na internet. Quando tiver a possibilidade, assista! Vale muito a pena e ficou muito interessante essa reedição da história original, com novos caminhos e Pokémon. Você vai amar!


      Kiss~

      Excluir