Candy Pop, do Twice, merece virar um anime

by - janeiro 12, 2018


As garotas do Twice estão de volta ao mercado japonês com o lançamento de seu segundo single Candy Pop, que estará disponível para venda no dia 07 de fevereiro, mas que já teve seu PV revelado pelo canal japonês oficial do grupo no YouTube. O clipe teve seu conceito inspirado em animações nipônicas de garotas mágicas, fortemente iconizadas mundialmente pelo sucesso de Sailor Moon, e a breve narrativa merece ser expandida a uma série.

As nove integrantes, inicialmente representadas por ilustrações gráficas, são personagens de um anime musical provavelmente baseado no próprio Sixteen, programa que deu origem ao grupo. No clipe, quando impedidas de performarem, tem seu show salvo por JYP, CEO de sua empresa que adora fazer uma ponta no trabalho dos grupos que administra, nem que seja para aparecer em formato de desejo digital.


O vídeo lembra um pouco Just Right, do GOT7, companheiros de gravadora do Twice, ao inserir as membros do grupo no quarto de uma jovem garotinha, telespectadora de seu desenho animado, que é surpreendida pelo aparecimento ao vivo e em tempo real em uma mistura estranha, porém fofa, do tecnológico com a vida real nessa quebra da quarta barreira.

Não só o clipe totalmente caracterizado para o mercado japonês, mas a música apresenta muitos dos elementos do J-POP e de canções tema de animações orientais sem deixar o toque "Twice" de lado: as nove integrantes conseguem se dar bem em qualquer idioma. Se este enredo se tornasse um anime de verdade, sua música de abertura já estaria obviamente escolhida.


As linhas da música, entretanto, poderiam ter sido melhor distribuídas. A integrante Momo, mesmo sendo japonesa, teve pouco mais de 5% da música na separação final, o que acaba sendo uma injustiça mesmo para integrantes como ela que são mais focadas em demonstrar boas performances em dança do que em vocal.

Para o vídeo, pelo menos, recebeu maior destaque, mas é de senso comum que a grande cereja do bolo para o clipe de Candy Pop é a caracterização bem no estilo fofo japonês de Sana, com direito a peruca rosa pastel como se a própria tivesse acabado de sair de um anime - o que é, na verdade, o objetivo de todo o clipe.


O CGI acompanha o MV não só na criação das personagens animadas, mas em efeitos visuais para apresentar os poderes das garotas e causar a "imersão" de suas versões 3D no mundo digital em seu caminho para o mundo real, com um furgão desenhado que passa por todo uma cidade feita de doces e é atacado por policiais 2D e suas armas de coração laser. Quer mais fofo que isso?

Se a dominação do mercado japonês está nos planos do Twice, o grupo claramente está seguindo pelo caminho certo. Para melhorar, só se ganhássemos um desenho animado (ou pelo menos um curta) das garotas com base no enredo apresentado em Candy Pop. Seria uma boa, hein, JYP? 

Veja também:

0 comentários