Estatísticas de 2017 revelam falta de diretoras e protagonistas femininas em filmes coreanos

by - fevereiro 13, 2018


A Korean Film Commission publicou suas descobertas após analisar os filmes comerciais que foram lançados em 2017, onde foi encontrada falta de representação feminina no cinema coreano. Dos 376 filmes coreanos lançados nos cinemas em 2017, 83 filmes comerciais foram analisados e apresentam os seguintes dados, divulgados em 12 de fevereiro:

De todos os filmes comerciais lançados em 2017, apenas dezessete (25,8%) tinham uma protagonista feminina e somente sete (8,4%) foram dirigidos por uma mulher. Este é o primeiro ano em que as estatísticas de gênero são relatadas.

Os dados são direcionados aos filmes comerciais coreanos que estrearam nos últimos cinco anos, que tiveram um custo de produção total de mais de 1 bilhão de won (aproximadamente US$921.800) ou foram reproduzidos em mais de 100 telas. A pesquisa identificou o número de mulheres que trabalham no centro do cinema, como diretores, produtores, escritores e cinegrafistas. Também se concentrou na escala de lançamentos de filmes e sua rentabilidade.

A Korean Film Comission afirmou: "Enquanto o número de filmes comerciais dirigidos por mulheres aumentou ligeiramente em 2016 e 2017, não há dados suficientes acumulados para determinar que esse aumento é significativo. As trabalhadoras são mais afetadas quando há uma diminuição na participação no filme ou no investimento de capital na indústria. Em comparação a 2016, o número de filmes comerciais do último ano aumentou, mas o número de mulheres que participaram na direção, produção e roteiro diminuiu drasticamente", e acrescentou que é necessária uma análise de longo prazo.

The Swindlers (2017)
Outra parte da pesquisa revela ainda que tamanho do setor cinematográfico coreano aumentou 2,4%, ou 2,3 trilhões de ganhos (aproximadamente US$ 2,1 bilhões), em relação ao ano anterior. No entanto, considerando que o PIB cresceu em 3,1%, o mercado cinematográfico não viu o crescimento real. Em 2017, as vendas de ingressos aumentaram 0,8% e registraram 1.8 trilhões de won (aproximadamente US$ 1,6 bilhão) e o número de pessoas que vão ao cinema aumentou em 1,3%, representando 219 milhões de pessoas.

O número total de público no cinema para filmes coreanos em 2017 foi de 113,9 milhões de pessoas (51,8% dos espectadores), o que representa uma queda de 2,3% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, o número total de público coreano para filmes estrangeiros subiu 5,5% e atingiu 159,7 milhões de pessoas (48,2% dos espectadores).

Enquanto a expansão da escala tornou-se estagnada e a polarização dos hits das bilheterias diminuiu, a concorrência de distribuição se intensificou. Os três mais populares teatros multiplex da Coréia, CGV, Lotte Cinema e Megabox, chegaram a 97% em ações de receita em 2016 e 2017. O mercado digital online ganhou 436,2 bilhões de won (cerca de US$ 401 milhões) com um aumento de 5,7% em relação a 2016. TV VOD (Video On Demand, “vídeo por demanda”) continua a ser alto, em 81,3%, mas seu crescimento diminuiu em 5,9%. As vendas de VOD na Internet aumentaram 10,8% enquanto as vendas de pacotes continuando a diminuir.

As exportações de filmes coreanos totalizaram US$ 118,8 milhões com um aumento de 17,5%. As exportações de produtos acabados totalizaram US$ 40,7 milhões, o que representa uma queda de 7,2% em relação ao ano passado. Enquanto isso, as exportações de serviços totalizaram US$ 78,6 milhões, quase o dobro da quantidade de exportações acabadas, que foi afetada pela entrada constante de VFX (Visual Effects) e DI (Digital Intermediate) na China.

Fonte: Soompi

Veja também:

0 comentários