Plus-size e heroína: conheça Faith Herbert

by - julho 04, 2018


Faith Herbert, também conhecida como Zephyr, é uma heroína da Valiant Comics que, ao que tudo indica, poderá receber um filme solo pela Sony em breve. Pouco conhecida pelo público brasileiro, embora seus quadrinhos sejam lançados no Brasil, é uma boa oportunidade para saber tudo sobre a personagem que promete conquistar o público nos próximos anos.

Biografia


Faith Herbert perdeu seus pais ainda muito nova para um acidente de carro, e desde então foi criada por sua avó, uma senhora gentil e amorosa. Faith buscou consolo nos mundos da fantasia que seus pais haviam compartilhado com ela antes de seus falecimentos, com histórias de quadrinho, filmes de ficção científica e outras coisas que fazem parte da cultura nerd.

Ao crescer lendo e assistindo programas sobre heróis e heroínas, este, como o de toda criança, foi o sonho de Faith, e eventualmente ela descobriu o segredo para realizá-lo. Abordada pela Harbinger Foundation, uma estranha organização, conheceu Peter Stanchek, que utilizou sua habilidade especial de ativar poderes implícitos em outras pessoas e liberou o potencial de Faith. Além de heroína, Faith é repórter e muito tecnológica.

Poderes


Dentre as habilidades da garota, estava a telecinese e a capacidade de voar - inclusive carregando outras pessoas e objetos pesados consigo. Com sua telecinese, consegue se proteger e manipular mecanismo, como destrancar portas e mover objetos sem contato físico com eles. Seus poderes são utilizados durante sua luta contra a corrupção, com apoio ainda na tecnologia e em suas habilidades jornalísticas.

Publicação


A primeira vez que apareceu na mídia foi nos quadrinhos Harbinger #1, publicado em janeiro de 1992. A série foi revivida em 2012 e, em janeiro de 2016, Faith ganhou sua primeira HQ solo e, no Brasil, é publicada pela Jambô Editora. A partir de sua publicação em uma revista solo, Faith finalmente contou com uma mulher responsável pelo roteiro e muitas coisas mudaram para melhor.

Personalidade e Aparência


Faith é plus-size, o que vai contra qualquer estereótipo que possa se ter sobre super-heróis, que costumam exibir físicos magros e musculosos. Herbert ostenta de um queixo duplo e macacão colado que não esconde suas curvas, enquanto sua personalidade é brilhante e confiante. Nas séries de 1992 e 2012, muitas piadas gordofóbicas eram direcionadas a garota, mas com a chegada de seus quadrinhos solos (e de uma roteirista mulher) o preconceito foi deixado de lado para focar nela como uma mulher e heroína, e não mais em seu sobrepeso.

Provável filme


Há alguns fortes rumores revelados recentemente que a Sony estaria interessada em transformar os quadrinhos de Faith em um filme. Ao que aparece, o estúdio conhecido por manter sob tutela os personagens do universo do Homem-Aranha estaria, segundo a Deadline, disposta a adaptar as histórias de Faith e já teria até mesmo contratado Maria Melnik, de Deuses Americanos, para atuar como roteirista na trama.

A Sony ainda não confirmou os boatos, mas muitos fãs de quadrinhos já estão ansiosos para que a produção seja realizada. Outros, nem tanto, o que nos leva ao próximo tópico.

Público tóxico


Sendo uma HQ não muito conhecida no Brasil, raramente se ouvia falar de Faith até então. Sites dos Estados Unidos apontam que os leitores de seus quadrinhos não costumavam comentar sobre o peso da personagem, mas foi só o anúncio de um provável filme chegar ao Brasil para os comentários negativos se desencadearem. 

Desconhecendo a personagem, muitos comentários negativos foram despejados nas redes sociais nos últimos dias, voltando-se contra a imagem e sobrepeso de Faith, afirmando, em pura especulação, que o seu peso atrapalharia o seu desenvolvimento como heroína - o que não é visto nas HQs, afinal, a garota é hábil, ágil e poderosa, independente de seu peso.

Representatividade

​​​​​​​
Muitas mulheres, entretanto, manifestaram seu interesse e compaixão pela personagem, visando a representatividade que esta traria aos universos dos quadrinhos. Temos mulheres incríveis como Mulher-Maravilha, Supergirl, Capitã Marvel e Jessica Jones que cada vez mais se destacam no mercado dos quadrinhos, mas uma heroína acima do peso é muito bem-vinda e faz com que muitas garotas se vejam em seu reflexo.

Em suma, com a representatividade feminina e questões feministas em alta, lançar seu filme neste momento pode até ser uma boa jogada para o estúdio e, independente de suas verdadeiras intenções, haverá um público nerd feminino pronto para recebê-la de braços abertos e defendê-la da toxidade que terá de enfrentar até se estabilizar na mídia onde, infelizmente, ainda reina o preconceito.

E você, o que acha da ideia de apresentar Faith nos cinemas?

Veja também:

1 comentários

  1. Não conhecia essa personagem, mas ao ler o seu texto fiquei muito feliz com a iniciativa! É muito importante a existência de personagens assim para que as pessoas possam se identificar e se inspirar, então espero do fundo do meu coração que realmente produzam o filme dessa heroína!

    ResponderExcluir