O conto de Shim Cheong, a Filha Devota - Elfo Livre

O conto de Shim Cheong, a Filha Devota

by - fevereiro 14, 2019


Shim Cheong, a Filha Devota é um popular conto da cultura tradicional coreana e ainda pouco conhecido no Brasil. Foi citado recentemente pela cantora Hwasa, do Mamamoo, na sua música de estreia como solista, Twit, e gerou curiosidade nos fãs, além de ter dado nome à personagem de Jun Jihyun no drama The Legend of the Blue Sea. Para conhecer a história completa, acompanhe a tradução abaixo feita pelo blog Elfo Livre:

Era uma vez uma garota chamada Shim Cheong. Sua mãe morreu assim que ela nasceu e seu pai não tinha emprego porque ele era cego. Então, desde a sua infância, Shim Cheong teve que trabalhar para ganhar dinheiro.

Um dia, Shim Cheong teve que trabalhar até muito tarde, então seu pai saiu a sua procura. Enquanto atravessava a ponte, ele caiu no rio. "Ajude-me, estou me afogando", gritou em pânico.

Um monge que passava o viu e pulou no rio para salvá-lo. "Você está bem?", perguntou o monge Surpreso ao perceber que o homem era cego, o monge o aconselhou: "Se você oferecer a Buda trezentos seoks* de arroz, você recuperará sua visão."

O pai de Shim Cheong ficou muito feliz em ouvir as notícias, então ele prometeu dar ao Buda trezentos seoks de arroz. Mas logo percebeu que não poderia comprar todo o arroz.

Quando Shim Cheong chegou em casa, ela viu seu pai muito triste. "O que há de errado, pai?", ela perguntou. Ele contou tudo o que aconteceu e o que o monge dissera.

"Não se preocupe, pai", Shim Cheong assegurou-lhe, "vou tentar conseguir todo o arroz".

Um dia, uma mulher disse a Shim Cheong: "Você ouviu as notícias? Alguns marinheiros querem comprar uma garota para ser ofertada ao deus do mar. Eles vão pagar o quanto ela quiser!". Quando Shim Cheong ouviu isso, ela sabia onde poderia conseguir o dinheiro para comprar 300 seoks de arroz.

Shim Cheong foi ver os marinheiros que queriam comprar uma menina e pediu-lhes para comprá-la. "Eu preciso de 300 seoks de arroz para o meu pai recuperar sua visão", explicou Shim Cheong. Os marinheiros compraram Shim Cheong e ficaram surpresos com sua atitude e disseram: "Ela é a filha mais devota do mundo".

Finalmente chegou o dia em que ela teve que ir embora. "Pai, hoje eu vou ser a enteada da família Kang", mentiu para o pai. "Para me adotarem, eles darão trezentos seoks de arroz ao templo. Então você poderá ver novamente."

"Isso é ótimo! Eu não serei mais um homem cego!", seu pai disse alegremente.

Agora, Shim Cheong estava no barco com os marinheiros. Depois de navegar por vários dias, o navio atingiu uma parte profunda do mar. De repente, um forte vento levantou-se e o mar rugiu. Então os marinheiros queriam que Shim Cheong saltasse para o mar rugindo para ser sacrificada. Quando ela acordou sob o mar, ela ouviu uma bela música. Ela não tinha ideia de onde ela estava. "Estou viva ou morta?" Shim Cheong disse para si mesma.

Naquele momento, ela ouviu uma voz dizendo: "Acorde agora. Este é o palácio do mar. O Rei do Mar foi tocado pela sua história e me enviou para te salvar".

Shim Cheong ficou no palácio do Rei dos Mares por alguns dias até que uma empregada veio ao seu encontro. "O Rei dos Mares ordenou que você retornasse à terra", disse ela. Shim Cheong foi colocado em uma grande flor de lótus que flutuou até a superfície.

Os marinheiros que compraram Shim Cheong encontraram a flor de lótus no mesmo lugar onde Shim Cheong havia pulado no mar. Surpresos, a tiraram do mar para trazê-la ao seu rei. Quando o rei tocou a flor, de repente ela se abriu e uma linda menina saiu dela. O rei a amou muito e fez dela sua rainha.

Como esposa do rei, a vida de Shim Cheong era muito feliz, mas ela não conseguia esquecer o pai. Um dia, o rei encontrou Shim Cheong muito triste. "Por que você está tão triste?", ele perguntou. "Por favor, diga".

Shim Cheong contou a ele toda a história. Depois de ouvi-la, o rei disse que queria ajudá-la a encontrar seu pai, então deu uma festa para todos os cegos do país.

Enquanto isso, o pai de Shim Cheong continuava cego apesar da oferta de 300 seoks de arroz. Ele ouviu de outras pessoas na aldeia o que Shim Cheong realmente fez para ele recuperar a visão e lamentou a perda de sua filha.

Um dia, um vizinho informou ao pai de Shim Cheong que o rei preparou uma festa para os cegos.

Quando a festa começou, Shim Cheong estava procurando por seu pai, mas não conseguiu encontrá-lo. No último dia de festa, Shim Cheong estava prestes a desistir quando viu um velho cansado e surrado entrar no palácio. Ela ficou muito feliz quando encontrou seu pai.

Ela correu até ele e exclamou: "Pai, eu sou Shim Cheong, sua filha!".

"Minha filha?", disse o velho surpreso.

"É um sonho? Deixe-me olhar para o seu rosto!" e, naquele momento, um milagre aconteceu. O velho abriu os olhos!

O rei ficou tão satisfeito ao ver sua esposa e seu pai reunidos que ordenou que a festa continuasse por mais uma semana. Todas as pessoas aplaudiram.

Shim Cheong e seu pai viveram felizes para sempre.

Nota de tradução
Seok: unidade de contagem coreana utilizada entre os séculos XVII e XX para medir a quantidade de arroz. Cada seok equivale a cerca de 180 litros. Na história, 300 seoks são solicitados, ou seja, cerca de 54 mil litros ou 42 mil quilos de arroz.

Além das citações ao conto na Onda Hallyu, essa parte do folclore coreano é muito relembrada na literatura, principalmente em livros infantis, em representações teatrais e até mesmo em animações. Basta pesquisar por 심청 (Shim Cheong) no YouTube para ter acesso a uma quantidade enorme de vídeos sobre a história, como o curta abaixo:


Veja também:

2 comentários

  1. Achei legal o post, mas vcs podiam dar os créditos para a pessoa que contou a história né? Sei q vcs traduziram, mas foi uma pessoa q contou toda a história nos comentários do mv.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Megan. Obrigada pelo seu comentário.
      Os créditos de onde retirei a história estão disponíveis logo abaixo do vídeo. Foi do site Asian Folktales que tem vários contos do folclore asiático, em domínio público, disponíveis em inglês e eu traduzi para o português utilizando esse texto como base, não o dos comentários do YouTube.
      Perdão por qualquer inconveniente. Abraços.

      Excluir