O Infame Clube Vitoriano das Mulheres Livres: antologia nacional está em pré-venda na Wish

by - março 24, 2019


Foi iniciada a pré-venda de O Infame Clube Vitoriano das Mulheres Livres, uma antologia ficcional nacional publicada pela editora Wish, totalmente ambientada na Inglaterra vitoriana do século XIX a partir do enredo de ousadia de uma mulher que foi contra os paradigmas de feminilidade da época e publicou contos para o público feminino.

Segundo introdução da editora, trata-se de um livro "Infame, vitoriano e feminino. Assim era o Clube das Mulheres Livres, uma coluna de jornal que lançava periodicamente histórias de mulheres fortes, livres e sonhadoras que lutaram para encontrar seu caminho para a felicidade e triunfar sobre a opressão de toda uma era.

O Clube nasceu na Inglaterra vitoriana do século XIX, quando uma mulher quebrou todos os paradigmas impostos pela sociedade ao publicar contos para o público feminino. Apelidaram-na de A Dama, e pouco se sabia sobre sua origem até que um misterioso baú foi encontrado na antiga sede do jornal, décadas depois do Clube ter sido encerrado. Dentro dele, haviam exemplares do periódico contendo as histórias assinadas pela Dama, e cartas originais que narravam escândalos, aventuras, perseguições, casamentos infelizes e luta por igualdade. Histórias reais que a inspiraram a escrever seus contos, que por si só inspiraram outras mulheres daquele tempo.

Os textos a seguir são apenas fragmentos do material encontrado dentro deste misterioso baú. Alguns deles trazem pistas que podem nos levar a descobrir quem era A Dama, e outros nos mostram como as mulheres são, acima de tudo, detentoras de seu próprio destino."


Os textos que integram a obra são:

A história de Mrs. H, por Eduardo Barbosa
Amélia vai para o inferno, por Rúbia Dias
A mulher entre as estantes, por Camila Hudson
O Silêncio da Névoa, por Caio Hamasaki
Violoncelo, por Lygia Camelo Santiago
A Senhora Burton e o Vulcão, por P. H. de Aragão
A Farsa, por Deborah Mundin
Prometeu rebelado, por Caesar Charone
A mestre dos pássaros, por Daniela Almeida
Madame Smith, por Matheus Zucato Robert
O Artista, por Lia Cavaliera
As Aulas de Hipismo da Srta. H, por Rodrigo Ortiz Vinholo


O modelo do livro não é nada tradicional: seguindo por uma estética artística muito bem elaborada e baseada em muita pesquisa, a obra carrega consigo 20 propagandas vitorianas originais impressas entre as páginas de histórias ficcionais, apresentando como a mídia da época via as mulheres e qual o comportamento esperado das mesmas, como pode ser visto no exemplo acima, que divulga a venda de corsets.


Comprando na pré-venda você garante, ainda, o recebimento do marcador de página e do postal oficial do livro, cujo modelo pode ser visto na imagem acima.  

Veja também:

0 comentários