Koi no Yokan (恋の予感), o amor à segunda vista

by - abril 26, 2019


"Há uma expressão japonesa da qual eu gosto: koi no yokan. Não significa exatamente amor à primeira vista. É mais parecido com amor à segunda vista. É a sensação que a gente tem quando conhece uma pessoa por quem vai se apaixonar, talvez não a ame imediatamente, mas é inevitável que acabe amando."

O trecho acima é um dos monólogos mais marcantes de Daniel, personagem de O Sol Também é Uma Estrela, romance de Nicola Yoon publicado no Brasil pela Editora Arqueiro. Na obra, acaba de conhecer Natasha, uma moça que desperta nele aquilo que descreve como koi no yokan, ou 恋の予感.

A expressão não possui um equivalente na língua portuguesa, mas pode ser traduzida ao pé da letra em algo como "premonição do amor" ou "pressentimento de amor", embora em português essas palavras costumem ser utilizadas com uma ideia pessimista, ao contrário da expressão romântica e otimista proveniente do Japão, na qual 予感 (yokan) é uma palavra neutra. 

Assim como Daniel define no livro de Yoon, o significado dessa expressão é semelhante ao do mundialmente conhecido "amor à primeira vista", exceto pela substituição do ar de atração amorosa instantânea por um sentimento de que algo bom está por vir, com uma perspectiva otimista de futuro entre você e a outra pessoa.

É interessante destacar ainda como os sentimentos são levados a sério no Japão, inclusive linguisticamente. Há muitas formas de dizer "amor" em japonês, sendo as mais populares 愛 (ai) e 恋 (koi), cada qual com um significado que apoia-se em seus estágios, de diferentes intensidades e manifestações. Os dois termos relacionam-se graficamente pelo kanji 心 (kokoro), de "coração".


A primeira delas, 愛 (ai), é tida como um amor verdadeiro, enquanto 恋 (koi) está mais ligado a uma paixonite ou atração sexual. Entende-se que em 恋の予感, assim como em um "amor a primeira vista", isso que chamamos de amor ou de 恋 (koi) ainda não é definitivamente um amor, mas sim uma atração, uma sensação boa que pode se desenvolver em um amor de verdade - onde tornaria-se 愛 (ai).

Ressalta-se ainda que 愛 (ai) não necessariamente se relaciona ao amor romântico, sendo utilizado para descrever o amor genérico, para qualquer tipo de relação, como entre amantes, sim, mas também entre familiares e animais de estimação, por exemplo, desde que seja um sentimento puro e verdadeiro. Por sua vez, 恋 (koi) está ligada ao romance, ao carnal, que se une ao kanji 人 (hito), de pessoa, e dá origem a 恋人 (koibito), palavra japonesa para amante, no sentido de alguém que ama.

Os japoneses costumam dizer ainda que quem sente 愛 (ai) está sempre disposto a dar, enquanto quem sente 恋 (koi) prefere receber, estabelecendo as diferenças entre as duas palavras que, embora possam ser traduzidas pela mesma palavra, possuem significados diferentes e não devem ser confundidas.

Com base na análise dos significados de seus kanjis, 恋の予感 é, portanto, uma sensação otimista que só pode ser sentida de uma pessoa para outra, com interesses românticos e que ainda não pode ser considerada um amor verdadeiro, mas que pode evoluir para tal.

Sendo algo seu em relação ao outro, não é necessária a correspondência entre sentimentos: por si só, o 恋の予感 é um sentimento unilateral, mas nada impede que o outro também sinta 恋の予感 por você, aproximando a relação de se tornar um 愛 (ai), mas nunca o garantindo, uma vez que o amor verdadeiro é imprevisível.

Você já teve um momento de 恋の予感?


Fontes de Pesquisa:

Veja também:

0 comentários