Romance is a Bonus Book: um drama inspirador sobre amor e profissão na vida adulta

by - abril 22, 2019


Romance is a Bonus Book, transmitido entre os meses de janeiro e março de 2019 pela tvN, foi o último drama do aclamado ator Lee Jong Suk antes de seu alistamento militar. Ao lado de Lee Na Young vive a primeira comédia romântica de sua carreira, com roteiro de Jung Hyun Jung, em uma história repleta de representatividade sobre a vida adulta.

Neste enredo, aborda-se a história de como uma mulher. Dan I, precisou abandonar sua carreira no Marketing após casar-se para cuidar de sua filha. Agora, divorciada e com a garota já crescida, enfrenta as dificuldades de voltar ao mercado de trabalho e encontrará em seu melhor amigo, Cha Eun Ho, um escritor e editor de sucesso, o apoio que precisa enquanto reconquista sua independência.


Eunho, como profissional do mercado editorial, aproxima o público dos bastidores de uma editora e de como é o processo de publicação de um livro, tornando o drama um aperitivo interessante a qualquer pessoa que se interesse pela área, apresentada apaixonadamente, mas sem romantizações que diminuam suas dificuldades.

Apesar de ser um autor e editor muito influente em seu país, sua importância no drama vem não de sua profissão, mas de sua posição como amigo e amante, de porto seguro, sendo colocado ao lado de Dan I como uma figura na qual ela pode confiar, independente das condições, ainda que nenhum dos dois tenham percebido isso até que a trama comece a se desenrolar.


É na narrativa da protagonista e no quão necessária esta se torna que está o foco e a graça do drama, uma vez que verifica-se na vida real o sofrimento vivido por muitas mulheres quanto aos sacrifícios que fazem em suas vidas profissionais pelo bem de seus casamentos e filhos, negligenciando a si mesma e abstendo-se de sua independência ou sonhos pelos outros ao seu redor e, quando retornam, seja por vontade ou necessidade, são vítimas de preconceito, tidas como velhas demais, desatualizadas ou invalidadas para o mercado.

Torna-se, portanto, uma história inspiradora devido a persistência e otimismo da personagem que, por diversas motivações, dá o melhor de si para recomeçar sua carreira, ainda que por baixo, pois está preparada para dar a volta por cima e agarrar-se a qualquer mínima oportunidade de demonstrar suas habilidades e qualificações no ramo do marketing editorial.


Além de uma incrível profissional, prova-se ainda uma referência como mãe, tendo sua filha como principal motivação para seguir em frente mesmo nos momentos mais difíceis, mas sem deixar de olhar para si mesma quando se vê pronta para dar uma nova chance ao amor, não desistindo do romance mesmo após o balde de água fria que foi sua última experiência.

Não demora muito para se ver em um triângulo amoroso entre seu amigo de infância, que revela-se fundamental nesta nova fase de sua vida, com seu apoio incondicional, e entre o carinhoso e misterioso vizinho, dono de um adorável cachorro, que tem cruzado seu caminho com certa frequência, como arte do destino.


O triângulo se complica quando outra personagem feminina entra em cena, mas nada da rivalidade feminina frequentemente representada nesse tipo de narrativa: as personagens são amigas e não deixam que seus interesses amorosos interfiram em sua amizade ou no profissionalismo que compartilham, como deve ser.

As escolhas românticas da protagonista vão se desenrolando ao longo do drama, enquanto conhece melhor este lado de seus pretendentes e reativa, em si mesma, as chamas de uma paixão que há tanto tempo havia se esquecido de sentir. Suas atitudes são mais maduras, devido até mesmo a idade dos personagens, mas não deixa de ser divertida e brincalhona, dando o tom mais suave que uma comédia romântica cobra.


Como comentado, o âmbito da amizade também é importante para o desenvolvimento desta protagonista que, no auge de sua terceira década de vida, está se redescobrindo por completa. Ela, assim como suas novas colegas de trabalho, cada qual com suas próprias jornadas de mudanças em processo, vivem juntas verdadeiras relações de confiança, amparo e sororidade em seu mais verdadeiro significado neste momento em que tanto precisam de um ombro amigo.

O elenco também um show a parte, relevando um lado até então desconhecido de Lee Jong Suk, que comumente opta por papéis mais sérios e destemidos, ainda que românticos, e tira Lee Na Young de seu hiatus como atriz de dramas, tendo focado somente em filmes durante os últimos oito anos de sua carreira. Wi Ha Joon vive seu primeiro papel como um protagonista em produção televisiva e, com tamanha qualidade de seu trabalho, já podemos esperar mais dele para os próximos anos.


A roteirista também não fica atrás: muito do sucesso deste projeto deve-se a dedicação e qualidade do trabalho de Jung Hyun Jung, já conhecida a como escritora de outros dramas populares como a trilogia I Need Romance (2011-2014), Because It's The First Time (2015) e o mais recente My First First Love (2019), lançado como produto Original Netflix.

Transmitido em seu país de origem pela tvN e mundialmente pela Netflix, Romance is a Bonus Book foi um drama divertido e muito inspirador. Com 16 episódios extremamente bem desenvolvidos sob a temática da comédia romântica e ambientado no mercado editoral, torna-se um must-watch para fãs do gênero e profissionais da área. 

Veja também:

1 comentários

  1. Parabéns pela resenha. Gostei muito da jornada da Dan I. Uma coisa é fato, a vida das mulheres muda muito depois do nascimento de um filho. Nem sempre as coisas são fáceis. E Dan I sempre perseverante, dá um shw de resiliência.

    ResponderExcluir