Age of Youth preserva representatividade e qualidade na 2ª temporada

by - agosto 07, 2019


Age of Youth
ou Hello! My Twenties como também é chamado, é um dos poucos dramas sul-coreanos que saíram do padrão de ter uma única temporada. Em 2017 foi lançada a segunda temporada deste drama com muita representatividade feminina e o Elfo Livre finalmente conferiu os episódios.

O quinteto da Bella Epoqué tiveram suas vidas abaladas após os acontecimentos traumáticos do ano anterior, mas isso só as uniu ainda mais. Agora, Yi Na está de partida e uma nova garota, Cho Eun, chega à casa compartilhada motivada por uma carta de remetente misterioso que ameaça a vida de uma das moradoras da república feminina.


O clima de suspense não fica só por isso: enquanto Ye Eun lida com novas ameaças envolvendo seu antigo relacionamento abusivo, Ji Won luta para recuperar lembranças dolorosas do passado que revelam um trauma muito maior. Enquanto isso, Eun Jae enfrenta problemas amorosos que a desestabilizarão e a farão amadurecer ainda mais.

Jin Myung, muito apagada na temporada anterior por sempre estar ocupada demais estudando e trabalhando, ganha destaque nos novos episódios enquanto revela um novo lado de si, tentando aprender mais sobre a vida com suas companheiras de teto e se deixar revelar fragilidades, pois mulheres adultas choram, sim, e não são menos responsáveis ou maduras por isso.


Yi Na deixa a casa logo no início da temporada, mas não faz muita falta: embora sua personalidade complementasse muito bem com as demais moradas, revelando um lado mais explosivo e ousado, precisava ser aberto o espaço para introduzir um novo rosto, Cho Eun, que vem cheia de segredos e com atitudes inicialmente desagradáveis, mas logo conquista e se deixa ser conquista.

Com Cho Eun chega, ainda, um novo debate importante para Age of Youth: depois de falarmos de relacionamentos abusivos, prostituição e abuso de poder, o drama aborda com naturalidade a toxidade das amizades obsessivas. Além disso, sua personagem é alta, de cabelo curto e veste roupas largas e escuras, sendo frequentemente confundida com um homem e levantando outra questão: o que é ser feminina? 


Ainda, cada personagem possui seu próprio estilo e, muitas vezes, suas vestimentas falam sobre si: Ye Eun é fofa, sempre de rosa, Ji Won é extravagante, com peças coloridas, Jin Myung é mais discreta, com roupas sociais e casuais de tons neutros... já Cho Eun, com suas roupas sempre pretas, destaca sua timidez e o desejo de passar despercebida. Muitas vezes nós vestimos aquilo que somos, que fingimos ser ou que queremos ser, e o drama é impecável no quesito de conversar pelo figurino.

Em comparação a temporada anterior, mais personagens masculinos entram em cena, com um integrante de um boygroup flop, o representante da senhoria e novos interesses românticos que cruzam a vida das meninas, além de maior participação da família. Este é um ponto positivo, pois revela maior pluralidade da vida das meninas, seus históricos, influências e até mesmo novos desafios.


O drama conta ainda com incríveis participações especiais de artistas do K-POP, com os meninos do A.C.E. como membros do grupo fictício The Fifth Column, o boygroup do momento, enquanto os garotos do Pentagon interpretam os integrantes do Asgard, que está a beira de um disband. Para os fãs dos grupos, é uma boa oportunidade de vê-los atuando e até mesmo performando em contextos diferentes.

Além disso, graças a este envolvimento da indústria da música coreana no drama, podemos acompanhar um pouco de como são os bastidores de uma empresa de entretenimento e como elas lidam com sucessos, fracassos e rumores de seus grupos, algo que costuma ser abafado pela mídia, mas que todos os fãs deveriam ter o direito de saber.


Afinal, Hello! My Twenties é isso mesmo, um drama que não tem medo de dar a cara a tapa e expõe toda a realidade dos mais diferentes assuntos, enfiando o dedo na ferida e afirmando que tabus precisam ser quebrados para que os problemas sejam resolvidos: a cultura do silêncio nunca será o caminho.

Com novas temáticas abordadas de forma realista, mas sem perder de vista o tom dramático e até mesmo cômico que uma boa narrativa televisiva juvenil tem que ter, Age of Youth encerra sua segunda temporada com muito carisma e qualidade, deixando aquele gostinho de "quero mais": uma terceira temporada seria bem vinda, mas dois anos já se passaram e nada foi divulgado, mas a esperança é a última que morre.

Age of Youth está disponível completo na Netflix.

Veja também:

0 comentários