10 motivos para assistir Jessica Jones


Recentemente deixei minha preguiça de lado e assisti Jessica Jones, seriado original da Netflix que foi lançado em novembro de 2015, totalmente baseado na personagem da Marvel. Com 13 episódios lançados até o momento (quais assisti em, basicamente, um dia e meio) e segunda temporada confirmada (mesmo sem data para ser lançada), te darei dez motivos para conferir essa obra incríveis.


Protagonismo Feminino
Ter uma mulher forte a cargo de tudo é algo interessante, ainda mais em títulos sobre heróis. A série foge dos clichês da "mulher ideal" e entrega uma protagonista real e com problemas reais, gerando uma identificação por parte de quem assiste a série - e a vontade de ser forte como ela. 


Ex-heroina, anti heroína e investigadora
Com esse conjunto, já dá para se esperar uma excelente chutadora de bundas, não é mesmo? Jessica dá conta do recado e surpreende as pessoas ao seu redor com tamanha força física e de vontade, além de uma inteligência, capacidade e mentalidade para enfrentar seus problemas cara a cara.


Amizade
Apesar de ser uma pessoa fechada, inclusive por seu trabalho de investigadora, Jessica entrega sua confiança a uma amiga próxima, Patsy. A amizade das duas é muito bem trabalhada e apresentada ao longo do episódio, uma vez que Patsy passa longe de ser uma personagem superficial. 


Suspense
Essa parceria Marvel/Netflix parece ser baseada no suspense. A história é pesada e constrói-se toda uma climatização que leva o espectador aos nervos, querendo saber o que acontece e mal conseguindo esperar até a próxima cena, tampouco o próximo episódio ou temporada.


Abuso
O nosso vilão, Kilgrave, é um controlador de mentes que leva vulneráveis a realizar ações criminosas em seu prol, não sujando as próprias mãos.  Torna-se uma questão de abuso psicológico, uma vez que suas vítimas não permitem que o faça e, além de terem de lidar com as responsabilidades do trabalho sujo, convivem com as sequelas emocionais desse crime mental. 


Luke Cage
A série apresentou o personagem Luke Cage, que posteriormente recebeu também sua série solo. Ao contrário do que se espera em participações assim, o personagem teve grande participação no decorrer dos episódios e foi peça chave para muitos momentos que vão além do interesse amoroso.


Esquema de cores
O roxo predomina desde o pôster oficial aos mínimos detalhes em cena, principalmente quando o vilão está em cena uma vez que, nos quadrinhos, ele é chamado de "Homem Púrpura". As cores fazem parte de uma identidade visual que também é adotada em outras séries da parceria Marvel-Netflix, como os tons vermelhos/amarelados em Demolidor.


Tire as crianças da sala
Já deve ter ficado claro que não se trata de um seriado para menores, certo? Apesar da Marvel ser conhecida pelos heroicos e bem humorados Vingadores, queridos pelos baixinhos, esse universo de Jessica Jones, Demolidor e companhia é muito mais sombrio, abordando abuso, mortes sangrentas, sexo e a pancadaria de anti-heróis.  


Referências ao passado
Jessica é uma ex-heroína, conhecida antigamente como Safira, que após começar a ser controlada pelo Homem Púrpura desistiu da carreira heroica. A série não deixa isso claro, mas, de acordo com as HQs, Jessica adquiriu seus poderes após um acidente de carro no qual entrou em contato com produtos radioativos, decidindo lutar contra o crime após ver o Homem-Aranha contra o Homem-Areia. 


Os Defensores
Com Demolidor, Jessica Jone, Luke Cage disponibilizados na plataforma e Punho de Ferro em andamento (que deve ser lançada no início de 2017), a Netflix confirmou a primeira temporada de Os Defensores para 2017, unindo a história dos quatro heróis de Hell's Kitchen. Enquanto não chega, vale a pena conferir tudo o que já foi lançado até o momento e ficar por dentro das histórias individuais desses personagens incríveis. 

Consegui te convencer? 

Veja também

6 comentários

  1. Gente, eu gosto de super heróis, não assisti mais porque achei que tinha muita sena de sexo nos primeiros episódios.
    Vou dar uma segunda chance ♥
    Beijinhos ;*
    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, tem algumas cenas de sexo e para quem não gosta pode ser um incômodo, mas o restante da série é tão boa e tem uma abordagem tão profunda de temas importantes que vale a pena dar uma segunda chance, Alanna. <3

      Beijos!

      Excluir
  2. Vim te fazer um convite!
    Hoje estou passando aqui rapidinho só pra dar um recadinho, está rolando um sorteio especial de 3 anos de blog lá no meu cantinho. Estarei sorteando 4 itens "medievais" que podem servir pra homem e pra mulher.

    Se tiver interessando em participar vou deixar o link aqui pra você preencher o formulário.

    No mais, boa sorte desde já!

    Sorteio do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo convite, Flavi!
      Darei uma passada lá para conferir.
      Beijos ~

      Excluir
  3. Eu assisti dois episódios no início do ano e não continuei, mas olha...eu não desisti! É só que sempre aparecem mil séries que eu vou assistindo na frente e nunca sobra tempo D:


    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir
  4. Hahaha, sei bem como é isso! Comecei The Expanse e The Crown recentemente, são ótimas, mas não continuei porque estou presa nos doramas por esses dias. <3

    Beijos ❤

    ResponderExcluir