Anne Frank, do diário ao filme - Grandes Biografias no Cinema

by - janeiro 17, 2018


Em agosto de 2016, o jornal Folha de São Paulo veiculou pelas bancas sua nova coleção de livros, Grandes Biografias no Cinema, direcionada ao público amante de filmes, história e literatura. O sexto volume da coleção completa em 28 exemplares foi sobre Anne Frank, com base no filme britânico de 2009 dirigido por Jon Jones. O pequeno livro de 44 páginas reúne informações sobre a personalidade em questão, seu diário, um resumo de sua história e dados sobre a obra cinematográfica que leva sua biografia como enredo.

Em cenário nazista, Annelies Marie Frank, mas conhecida apenas como Anne Frank, foi uma judia alemã que encontrou a liberdade por meio da escrita ao manter um diário durante a emigração de sua família a Amsterdã como tentativa de fuga da perseguição antissemita. Por seis anos, viveu como uma criança normal na Holanda, mas a partir de julho de 1942 precisou esconder-se em um anexo secreto, sobrevivendo com sua família por dois anos longe da luz do sol e de prazeres como piscinas e cinemas, que eram do agrado da garota.

Em seus escritos, Anne reflete sobre a vida, a guerra e desabafos de suas novas experiências. Embora confinada no anexo, passa por algumas situações típicas de sua idade, como o primeiro beijo e a descoberta do próprio corpo. Em meados de 1944, o anexo é invadido pela polícia alemã e seus ocupantes são levados a campos de concentração. Anne faleceu em 1945, aos 15 anos, vitima de tifo.


De sua família, Otto Frank, o pai, foi o único sobrevivente aos campos. As páginas do diário de sua filha foram mantidas em segurança por Miep, uma amiga da família que os enviava alimentos enquanto estavam no anexo, e foi publicado pelo pai alguns anos depois. As anotações da jovem garota foram traduzidas para 57 idiomas e tiveram mais de 30 milhões de cópias vendidas pelo mundo, revelando a estes os pensamentos, desejos e inquietações de uma criança que teve sua vida interrompida cedo demais pela maldade humana e preconceito disseminado.

O filme com roteiro de Deborah Moggach tem Ellie Kendrick como a pequena protagonista Anne, que é narradora da própria história. Em seu elenco, traz ainda outros nomes como Felicity Jones, nome que está em ascensão no cinema mundial após produções como A Teoria de Tudo (2014) e Rogue One (2016), e Iain Glen, de Game of Thrones, como o pai da dupla. Neste exemplar da coleção, traz informações sobre o elenco, produtores e até mesmo outras versões de adaptações, como a primeira, de 1955, montada para a Broadway pelos dramaturgos norte-americanos Frances Goodrich e Albert Hackett. 

A adaptação é totalmente baseada nas páginas do diário da garota com suas palavras originais, privilegiando os escritos da jovem Frank. Originalmente escrito como uma minissérie para televisão produzida pela BBC, utiliza de recursos bem novelescos como planos fechados que não só enfatizam as expressões dos atores mas colaboram com a caracterização do filme, passando ao espectador a sensação claustrofóbica de estar em um lugar fechado, pequeno e mal iluminado. O livro da Folha de São Paulo acompanha um DVD com a versão completa do filme e o depoimento de um primo de Anne Frank como extra.


Este exemplar da coleção Grandes Biografias no Cinema é composto por textos assinados por Cássio Starling Carlos, crítico e pesquisador de história audiovisual, Guiomar de Grammont, escritora, dramaturga e doutora em literatura brasileira, e Pedro Maciel Guimarães, professor do Departamento de Cinema da Unicamp, pesquisador de história e estética do cinema e doutor em cinema e audiovisual, formando um time competente e experiente para falar sobre uma das maiores personalidades da história mundial, sua obra e a adaptação cinematográfica na qual o livro se embasa.

O volume não está mais disponível em bancas físicas, mas, a quem interessar, pode ser adquirido por lojas on-line com o valor médio de R$20,00. A obra é em capa dura, com imagens em boa resolução por todo o seu miolo e uma diagramação criativa que dá uma beleza ao produto sem tirar sua seriedade. Acompanhado ainda pelo DVD do filme, o livro pode ser considerado um item de necessidade a aqueles que foram cativados pela história de Anne Frank e o legado deixado pela garota.

Veja também:

0 comentários