Altos e baixos do SBS Gayo Daejun 2016


Os especiais de fim de ano da SBS são uma tradição desde 1992, quando realizou sua primeira transmissão. Os episódios anuais, assim como os das emissoras concorrentes, são os preferidos do público K-POP pela variedade de artistas presentes para performarem as músicas que lançaram no decorrer do ano em questão. Essas apresentações costumam ser mais elaboradas que as dos shows semanais que estamos acostumados, com efeitos especiais, remixes e featurings, mas é notável que nos últimos anos a qualidade desses programas decaiu bastante.

O SBS Gayo desse ano ficou com cara de Inkigayo. Poucos grupos trouxeram conteúdo diferente para o palco, performando apenas uma versão habitual de suas canções com pequenas ou zero adaptações e, apresentações que prometiam muito, acabaram decepcionando, mas teve seus altos e baixos. Mesmo com o alto número de performances fracas, houve alguns artistas que conseguiram trazer a essência do programa para o palco e destacaram-se por isso. Foi ruim, mas foi bom e falaremos sobre isso nas próximas linhas.

Medo de inovar?
Desperdício de talento resume a maioria das apresentações, como se os responsáveis pela produção das apresentações dos artistas estivessem com medo de arriscar algo novo. 



AOA domina a minha lista de decepções em programas de fim de ano. As garotas quase nunca saem da zona de conforto e isso é realmente um incômodo. Com boas qualidades vocais, de dança e mesmo rap, o grupo tem capacidade para ir muito além do que apresentam e entregarem performances maiores. Gostaria de ver uma versão rock de Good Luck, ou mesmo algo mais lento e sensual, mas a FNC aparenta preferir não mexer no original. O mesmo vale para o Red Velvet.

Twice é basicamente a mesma coisa. Estava esperando uma versão farofa dançante de TT ou mesmo um ultra remix de Cheer Up, mas dar de cara com esse remix atrasado de Natal foi um tanto quanto decepcionante. Potencial tem de sobra, só falta a gravadora explorar novas alternativas para tirar o grupo da monotonia maçante. Entretanto, ainda há de se parabenizar o Twice por terem continuado firmes e fortes no palco mesmo após o erro absurdo da produção do evento, que colocou a música do G-FRIEND durante sua apresentação e, ao tentar corrigir o erro, confundiu ainda mais as integrantes pela parte da música não ser a mesma quais elas estavam preparadas para performar. Sério, a SBS só se supera a cada ano.  

Poderia ser melhor, mas...


Estava contando tanto com a apresentação do BTS. Os garotos já demonstraram que possuem talento para fazer coisas inacreditáveis, mas rolou absolutamente NADA de novo em suas performances de hoje. Sério, BTS? Cadê os solinhos de dança do J-HOPE ou um rap daqueles do Rap Monster que deixam queixos caídos? Esperava mais, bem mais.

Quando me falaram que iria ter uma apresentação do GD com a CL eu já me senti em anos atrás, quando lançaram aquela coisa maravilhosa chamada The Leaders, mas não foi nada demais a apresentação deles e a parceria do BeWhy também não ajudou muito. Dessa vez a produção do Teddy não foi lá tudo isso.

GOT7 fez uma apresentação pequena e cheia de cortes de Hard Carry, mas pelo menos recuperou em outras performances que realizaram ao longo do programa. Infinite, que tem um histórico de shows incríveis em especiais, também teve sua canção reduzida, mas ao contrário do outro grupo, não lhe deram mais espaço em palco para mostrarem mais. A culpa, nos dois casos, foi da própria SBS que disponibilizou pouco tempo para alguns grupos performarem suas próprias músicas.

Hyuna só me fez sentir ainda mais falta do 4Minute. Ela apresentou um remix até que bacana de "How's this?", mas os dançarinos chamaram tanto a atenção que ela acabou ficando um pouco ofuscada. Sistar recebeu vários cortes em sua música, e, mesmo sem inovar em nenhum quesito, entregaram uma apresentação de qualidade. A-PINK também fez um bom trabalho e arrasaram mesmo sem produção especial. Mas cadê o T-ARA?

Valeu a pena


G-Friend pode não ter dado o show com Navillera + Rough, mas recompensou ao participar do especial de dança produzido pelo JYP, onde performaram Bad Girl Good Girl, do Miss A. Para quem não consegue imaginar o grupo em um conceito mais ousado, vale a pena para provar que elas também conseguem dominá-lo, principalmente a integrante Eunha. 

Dentro do mesmo especial, alguns integrantes do GOT7 e Seventeen realizaram uma performance cover de Don't Leave Me, um clássico do K-POP anos 90 que fez muita gente dançar em suas cadeiras. Twice e G-Friend também se juntaram aos meninos para performar Who's Your Mama, do JYP, e o resultado foi muito bom - além do momento Twice com 24 Hours, da Sunmi. 

Mais cedo, o grupo da Pledis também havia feito uma performance solo qual chamou grande atenção. Tratava-se de um remix com músicas épicas de SES, Lee Hyori e Girls' Generation. Mesmo com pouco tempo no palco, os meninos do Seventeen conseguiram marcar a noite com uma apresentação maravilhosa - e ainda reservou uns segundos para a própria música, Boom Boom.



EXID foi o único girlgroup que realmente fez um negócio diferente e, mesmo sem uma integrante, deu certo. Sua nova versão de LIE é incrível e ainda rendeu uns momentos de destaques para a integrante Junghwa mostrar que manda bem no quesito dança. 

EXO, como sempre, fez performances de danças maravilhosas com Kai e Sehun, mas o destaque mesmo foi terem ressuscitado sua música de debut, Mama, em uma versão completamente nova e heavy metal, mostrando um lado roqueiro do grupo que, modéstia a parte, ficou sensacional.

Destaques da noite


Sechskies e Uhm Junghwa trouxeram um toque especial ao show. Os dois são artistas famosos dos anos 90 que estão de volta aos palcos do K-POP, mostrando para a atual geração que panela velha faz comida boa sim. As apresentações de ambos foram de ficar de boca aberta e, por mim, poderiam ficar a noite inteira no palco que não me incomodaria em nada.



Os "u-ltra stage" foram ótimos, uma boa maneira de disfarçar que a SBS não quer colocar underrated no programa dela. Tanto as meninas quanto os meninos fizeram uma apresentação incrível, mas é foda engolir que cinco/seis grupos tenham que dividir três minutos de palco e sequer receberam microfones. Inclusive, fica ainda mais vergonhoso porque a perfomance deles conseguiu ser melhor que a de boa parte dos grupos famosos. 

Aquele especial de canto do 10cm com a Rosé, Jihyo e Chanyeol e o de dança street (teve Eunjin, tô feliz) também foram bons. Ao menos a instituição de interação entre os grupos ainda funciona bem e continua sendo o maior destaque dos Gayo da vida.

Mais alguns comentários

Mamamoo me deu dó. Por algum motivo, as meninas não estavam tão energéticas como de costume, principalmente a integrante Wheein. Elas fizeram um especial em sua música "You're the Best", citando os grupos BTS, EXO e Big Bang por entre as linhas, mas tanto eles como o público pareciam não estar prestando muita atenção e elas acabaram ficando um tanto no vácuo. Eu sairia decepcionada do palco, mas a intenção delas foi boa - e o grupo é incrível, convenhamos.

Big Bang, que sempre costuma ter as melhores apresentações, também não entrou com força total. mas ainda assim foi bom demais. Last Dance, por mais que seja uma música mais lenta que as demais, conseguiu uma apresentação de destaque, mas Fxxk It com o palco cheio com muita gente dançando foi ainda melhor, e, para fechar, uma performance simples, mas muito boa de Bang Bang Bang prova que eles não precisam se esforçar tanto para serem bons.



Blackpink debutou a pouco tempo, mas já mostrou a que veio. Foram o destaque do quadro "n-ew generation" com cinco minutos em palco muito bem aproveitados com Whistle e Playing with Fire, cantando ao vivo em alto e bom som, além da confiança em palco que adquiriram em tão pouco tempo. YG, né queridos?

2NE1, Girls' Generation e Super Junior fizeram mais falta do que eu imaginava que fariam. Apesar do épico 2NE1 ter encontrado seu fim neste ano, a gravadora concorre, SM, promete que 2017 será o ano de seus artistas antigos, então preparem-se para ver TVXQ, Super Junior e Girls' Generation (10 anos de debut!) roubarem a cena novamente. Será que o Gayo Daejun do ano que vem será melhor? 

Veja também

8 comentários

  1. Vish, eu ainda não conhecia essa SBS, mas achei bem interessante!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SBS é uma das maiores redes televisivas da Coreia do Sul, haha.

      Excluir
  2. AAAAAAAAAAAAH, EU TO VOLTANDO, MAS NAO 100% AINDA, MAS PRECISAVA COMENTAR.

    Sério, eu tinha me prometido que ia tentar acordar pra poder assistir o SBS, mas na maioria das vezes eu assisto mais por conta do BTS, e dessa vez o Jimin iria participar de um balé contemporâneo (que eu surtei quando fiquei sabendo, porque amo balé), mas dai eu não dei conta/não me interessei... ~_~ explicando:

    Eu cheguei a logar, mas tava travando demais, e no twitter as reações não estavam uma das melhores. Geral reclamando por terem reduzido o tamanho das apresentações, e muitas delas era como se tivesse melhor nem ter subido ao palco. Eu cheguei a assistir algumas, mas o que mais me chocou foi mamamoo tão desanimadinhas no palco. Os movimentos estavam tão .. sei lá, eu fiquei bem triste. Também rolou aquele problema com a apresentação de Twice, onde colocaram o áudio de GFriend.... Eu vi muita gente dizendo que o SBS foi melhor que o MAMA, mas eu devo discordar... O padrão de apresentações do mama (ainda que com falta de artistas da YG), conseguiu ser muito melhor.

    Enquanto isso, eu to bem animada pro retorno de GG, desde que eu voltei pros kpop da vida eu to ansiosa pra uma farofa delas like a Gee (CHOCOLATE LOVE ASUHUHSUA♥ ç.ç nao consigo nao amar socorro), enfim.. vamo torcer pra que ano que vem seja o ano de todo mundo, pq 2016 foi uma surra atrás da outra SOS!

    Também vi a alteração no layout do blog, adorei essas abas aqui em baixo, ficou um amorzinho♥ E me perdoa até hoje não ter respondido o comentário/tag ç.ç eu prometo que vou responder o mais rapido possivel, assim que chegar de viagem UEUEH!

    BEIJOOOOOO, TE AMO GATA ♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VOLTA LOGO, VIADA, PARA DE ME ENROLAR!

      Sinceramente, você não perdeu nada em não ter assistindo. O SBS Gayo desse ano foi uma verdadeira porcaria, muitos erros, poucas apresentações boas, nada demais mesmo, por mim essa emissora poderia parar de produzir especiais de fim de ano, porque está sendo um pior que o outro. O erro com a apresentação do Twice foi imperdoável, e ainda sobrou para o coitado do GFriend que nem tinha nada a ver com a história. Um cúmulo.

      Ano que vem tudo tende a ficar melhor, quem sabe com os grupos antigos voltando as coisas não voltam a serem boas também, né? É a última salvação, porque olha, está difícil. Quero Girls' Generation com uma farofa bem ousada pra compensar o ano que elas ficaram sem fazer comeback - mas vou falar para você, eu quero mesmo é o meu Super Junior. <3

      Epaaaaaaaaaaa, você percebeu? AHUAHUAH MUITO OBRIGADA POR NOTAR! Tava enjoada do layout do blog, mas não achei nenhum outro que me agradasse então só dei umas modificadas nesse aqui mesmo.

      Tô esperando a senhora responder a tag, tsc tsc, mas aproveita bem a viagem e quando der, volte para cá e responda tuuuuuuuuuudo! Saudades dos seus posts, aff.


      BEEEEEEIJO
      TE AMO DEMAIS <3

      Excluir
  3. Eu fiquei com bastante preguiça de assistir, mas fiquei bem ansiosa para ver as apresentações. Pelo jeito parece que não foi muito legal. Realmente, o BTS consegue fazer apresentações bem melhores, o Yoongi faz muita falta! Eu gostei da apresentação do BigBang. Achei bem legal! Exid fez um ótimotivo trabalho. Elas arrasam nas letras, nós conceitos, nas coreografias, nós MVS... Minhas bebês merecem muito conhecimento, mas é uma pena que a maioria apenas conheçam Up and Down. Eu gosto bastante das apresentações do Blackpink, e com essa não foi diferente. Elas mandam muito bem!

    Eu fiquei bem triste com a apresentação do Mamamoo. Elas estavam bem desanimadas, o que é muito estranho!

    Enfim, o evento poderia ter sido bem melhor, mas eu tenho quase certeza de que o Kpop ano que vem será incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, você não perdeu muita coisa. Ultimamente não vale mais a pena acordar cedo para assistir os especiais de fim de ano, compensa ver pelo youtube mais tarde. BTS não é o mesmo sem Yoongi, ele faz muita falta nas apresentações. EXID sempre arrasa, em comparação com os anos pré-Up&Down elas estão super famosas agora, mas ainda falta muito pelo que elas merecem, né? Blackpink é novato, mas já manda ver, amo muito!

      É muito estranho mesmo, fiquei me perguntando se aconteceu algo nos bastidores para elas estarem tão para baixo assim, isso não é normal vindo delas.

      E as expectativas para o ano que vem estão altas, Carol! Vamos esperar para ver.
      Beeeeeeijos!

      Excluir
  4. Karol, eu adorei teu post! Eu não consigo mais acompanhar k-pop tão bem quanto eu acompanhava em 2012~2014, então eu preciso exatamente disso pra ficar por par do que tá acontecendo IUAHDAIUDHAIUHD Obrigada! <3 Queria te perguntar se você vai fazer o mesmo com KBS Song Festival?
    Beijos e feliz ano novo! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou sim, Bia! O post sobre o da KBS já está em andamento, devo postar ele hoje mesmo.
      Fico feliz que meus posts sejam úteis para você, hahaha, a intenção deles é justamente essa! Espero que continue gostando, e eu que tenho a te agradecer. <3

      Beeeeeijos e um feliz ano novo a você também!

      Excluir