The Legend of the Blue Sea: um romance entre a sereia e o humano


Apesar de minha pseudo ausência no mundo dos doramas no último ano, não pude deixar de acompanhar The Legend of the Blue Sea, lançamento da SBS que aborda romance, comédia e fantasia, tudo na medida certa. O drama chegou ao fim recentemente e, após minha grande ressaca pelo último episódio, não poderia deixar de falar sobre ele. 

É inútil tentar esconder que, à primeira vista, o que mais chama atenção é o elenco principal. Com Lee Min Ho e Jun Ji Hyun como casal protagonista, já nem a muito o que se pensar a respeito: é sucesso garantido. Além dos nomes de peso, a química entre os dois foi o fio condutor para todos os momentos de sua saga romântica, muito bem representada e que trouxe vários shippers à dupla.

Alguns amores são escritos nas estrelas, este foi desenhado em um vaso.

Em segundo olhar, o que cativa nosso coração é essa gostosura de trazer aspectos fantasiosos à vida moderna cotidiana e as brincadeiras que a roteirista faz com a linha do tempo, encaixando vidas passadas e apresentando-as aos seus personagens durante os dias atuais - o que, com certeza, vai dar em bafafá.

Nossa protagonista é uma sereia que desde sua vida passada, em 1598, está destinada a amar um único homem, Dam Ryung, que prometeram se reencontrar mesmo nas próximas vidas. O homem reencarnou como Joon-Jae, um vigarista com habilidades mágicas, enquanto a garota, novamente sereia, continua a nadar no oceano. 

O melhor casal do mundo. Sério. Shippei horrores.

Eles não se recordam da promessa que fizeram há mais de 400 anos, mas ao terem seu reencontro marcado pelo destino, as lembranças começam a vir em formas de sonhos, garantindo importância não somente ao casal em desenvolvimento, mas aos outros personagens que agregarão mistério, drama e ação aos episódios de The Legend of the Blue Sea.

A garota de personalidade desajeitada e um tanto rústica esconde seu eu místico e passa a conviver com humanos, mantendo sempre a sereia em segredo para sua segurança. Em terra firme, de uma forma muito engraçada e até mesmo fofa, a jovem aprenderá com Joon Jae e seus amigos mais do que etiqueta e regras de comportamento, mas o funcionamento do mundo capitalista e, claro, do amor. 

O impecável trio de oppas da vez.

Além dos três homens com quais vive, conhece uma moradora de rua e uma criança que muito lhe ensinarão sobre a vida, revelando mais do que uma amizade por muitos vista como cômica, mas uma amizade que guiará nossa então nomeada Shim Chung ("uma idiota", traduzido para o português) a viver e conviver normalmente por aqui, mesmo que as vezes seja difícil lidar com a saudade do mar. 

Apesar dos primeiros episódios demonstrarem-se mais divertidos, com uma iniciação no desenrolar romântico de Chung e Joon Jae e das travessuras de uma sereia fora d'água, aos poucos os problemas começam a tomar forma e, ao ter o passado revelando-se aos personagens, o romance passa a dividir espaço com as pesadas discussões e situações que colocarão a vida e o amor em risco, além do triângulo amoroso que tenta aparecer.

Uma vez vilão, sempre vilão.

A tensão se dá em diversos pontos, marcada principalmente pelos "flashbacks" de uma vida passada, confundindo os personagens a ponto de não saber mais diferenciar sonhos de memórias e continuarem tendo visões com a tal sereia; os típicos dramas familiares, que acabam ganhando uma força muito maior do que o imaginado; e o disfarce da sereia, que precisa ter seu amor correspondido para poder viver em terra. 

Temos então a receita completa de um grande dorama que não poderia dar errado e, cá entre nós, não deu mesmo. Tudo flui muito bem, não há cenas entediantes ou histórias forçadas demais. A fantasia e a vida real caminham de mãos dadas em meio às dificuldades, felicidades e todos os sentimentos que o amor e o medo possam despertar nos personagens e, consequentemente, em nós, que mesmo passivos em relação aos acontecimentos narrados, não deixamos de nos emocionar ao ver o crescimento e passo a passo de cada integrante dessa maravilhosa ficção - mesmo daqueles que não gostamos. 

Gosto assim!

Não só bastasse um excelente roteiro e atores de qualidade, mas a fotografia também segue com uma espetacular execução de takes que ressaltam ainda mais toda a beleza dos cenários escolhidos, alinha ainda a uma trilha sonora incrível carregada nas vozes de Lyn, Yoon Mi Rae e Sung Si Kyung. 

Com toda essa narrativa cativante e extremamente bem pensada, é sinceramente impossível não se apaixonar por The Legend of the Blue Sea. Você vai rir, chorar, passar raiva e sofrer muito, mas quando o último episódio chegar ao fim, ficará aquela sensação de felicidade e agradecimento por ter tido a oportunidade de conhecer a épica história de amor entre uma sereia e um humano.

Veja também

2 comentários

  1. Atores ótimos + magia + comédia + romance + partes mais tensas = parece muito bom! Estou querendo ver. E parabéns pela resenha, adoro como sua escrita flui. Bjs :x

    Blog Meu Aleatório

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só parece muito bom como é, Fer! O final foi um grande tiro na minha alma, dorama maravilhoso demais!

      Muito obrigada, seus comentários sempre tão carinhosos.

      Beijos! ❤

      Excluir