Bananya: a mistura perfeita de gatos, bananas e fofura

by - dezembro 12, 2019


Produzido pelo estúdio Gathering, Bananya foi uma animação japonesa de 2016, com sequência recém-lançada em 2019. No Brasil, tornou-se um dos projetos mais assistidas do Crunchyroll, conquistando o público com uma mistura completamente inusitada (e levemente bizarra) de gatos e bananas que, na verdade, é muito fofa!

A série tem duas temporadas, sendo Bananya: O Gatinho que Mora na Banana a primeira delas, seguida por Bananya e o Bando de Curiosos. As duas tramas são semelhantes, igualmente leves, fofas e divertidas, revelando o segredo que as bananas têm escondido muito bem: onde ninguém pode ver, saem de dentro das bananas pequenos e divertidos gatinhos que gostam de brincar e descobrir o mundo. O principal deles é Bananya.


Como protagonista, Bananya é o mais curioso. Na primeira temporada, Bananya nasce na fruteira de uma pequena casa. Ele é descrito como otimista e sossegado, além de ser apaixonado por doces e gostar de brincar. Seu sonho é se tornar uma banana coberta de chocolate. Não questione, só aprecie. 

As aventuras ficam completas com Bananyako, Bananya Rajado, Bebê Bananya e outros personagens fofos que fazem parte dessa grande turminha. Entretanto, somente Bananya retorna para a segunda temporada, onde quem ganha o coração dos espectadores é a Bananya de Orelhas Caídas, que substitui os gracejos de Bananyako nesta nova fase da jornada.


Embora sigam estrutura semelhante e sejam protagonizadas pelo mesmo personagem, as temporadas não são ligadas por uma narrativa em comum, sendo, portanto, independentes. Na segunda parte, as criaturas deixam a Terra para habitar um pequeno planeta próximo. Não há uma explicação, mas tampouco precisa: o importante é ser fofo.

Com um humor suave e duração média de 3 minutos por episódio, é o tipo de anime perfeito para assistir de cabo a rabo e ter seu dia alegrado por alguns minutos de fofura. Entretanto, após uns cinco episódios seguidos, começa a ficar um pouco cansativo por Bananya não ter o objetivo de desenvolver uma história, mas sim de entreter ao melhor estilo kawaii que só tais animações japonesas tem a oferecer.


Ainda assim, vale a pena conferir essa gracinha de anime, que promete conquistar fãs de todos os gêneros. Bananya está disponível gratuitamente na Crunchyroll.

Veja também:

1 comentários

  1. Awn, que amorzinho!
    Faz tempo que tenho visto prints desse anime no Twitter, mas só agora (finalmente) descobri o título dele XD

    ResponderExcluir