Jo Kwon e Heechul desabafam sobre rumores de serem gays

by - 14 abril


Kim Heechul (Super Junior) e Jo Kwon (2AM) são dois artistas extremamente famosos na Coreia do Sul, mas esta não é a única semelhança entre os dois: ambos sempre foram alvos de rumores quanto a sua sexualidade, vítimas frequentes de estereótipos. Em entrevistas recentes, mas separadas, os dois idols comentam sobre como lidaram com os boatos sobre serem gays

A entrevista com o Heechul foi ao ar na última segunda-feira, 13 de abril, no programa 7.7 Billion in Love, da emissora JTBC. 

"Quem me conhece já está ciente disso, mas desde a minha estreia há incontáveis ​​rumores de que eu era gay. Eu também tive 'escândalos' com celebridades masculinas. Havia muitos boatos sobre eu ser gay, porque desde o debut eu tinha cabelos longos e usava lentes coloridas. No começo eu queria negar e dizer que não sou homossexual. No entanto, senti que, se o fizesse, poderia desrespeitar as minorias sexuais".

"Seja no exterior ou na Coreia, pode haver uma pessoa gay entre os fãs do sexo masculino em nossos shows, e acho que sentiria muito por eles [se negasse os rumores]", disse ele, confessando seu medo de ofender fãs homossexuais. Recentemente, Heechul e Momo, integrante do popular grupo TWICE, tornaram público seu relacionamento.


Hong Sukchun, uma das únicas celebridades abertamente gays do país, também estava presente no programa e pôde complementar a fala de Heechul: "Faz 20 anos desde que saí do armário e, embora as coisas tenham melhorado um pouco na Coreia, ainda há muita discriminação. Espero que não haja mais estereótipos ou preconceitos assim. Se as pessoas não sentirem mais medo de coisas que não conhecem, ficaremos mais livres para nos aceitar."

No mesmo dia a KBS Joy também exibia o novo episódio de Ask Anything com Jo Kwon, e coincidentemente o mesmo assunto foi tocado com este outro idol, conhecido principalmente por suas performances polêmicas. 


No programa, Jo Kwon desabafa: "Depois de dançar tantas coreografias de grupos femininos, muitas pessoas tiveram estranhos mal-entendidos sobre mim. Isso foi realmente difícil para mim", referindo-se aos rumores sobre sua sexualidade. "No início, J.Y. Park me disse para fazer qualquer coisa que fizesse as pessoas rirem, já que eu estava em um grupo de baladas".

O artista retornou do exército há poucos dias e, nas redes sociais, prova que seu amor pelas coreografias de grupos femininos não ficou no passado. Só em seu perfil no Instagram já publicou covers de músicas como Gotta Go, da Chungha, e HIP, do Mamamoo, ambos de salto alto. Ser ele mesmo sem se preocupar com estereótipos de gênero e de sexualidade é o que o torna tão querido entre o público, embora os rumores nem sempre sejam fáceis de lidar. 

Fonte: AllkpopSoompi

Veja também:

0 comentários