Para Todos os Garotos x Parasite: o dia que Jenny Han conheceu o filho de Bong Joon-ho

by - 30 julho


Jenny Han tem sido uma importante autora coreana-americana por trazer a representatividade aos livros e, agora, às telas do streaming, com as adaptações de Para Todos os Garotos que Já Amei, sua maior franquia literária, sendo lançada pela Netflix. 

E foi graças as gravações do terceiro filme, ainda não lançado, que ela teve uma das experiências mais loucas de sua vida ao esbarrar com Bong Hyomin — o filho de Bong Joon-ho, diretor de Parasite!

Confira só como isso foi acontecer:





Last summer I was in Korea filming To All the Boys: Always and Forever, Lara Jean. In Seoul there’s a lot of traffic so you spend a lot of time chatting in the car. We had a young PA as our driver. The first day I went on and on about Bong Joon Ho and how he was gonna win an Oscar for his new movie Parasite. I spent at least half an hour talking about Okja alone. The PA said, oh is he famous in America? I said oh yeah. The most famous Korean director of the moment! We were passing Bongeunsa temple, and my PA’s last name was Bong too, and I go, wow so many Bongs today! At the end of the day, we’re like, so what do your parents do? He says my mom is a homemaker, my dad is a director. I go, oh? Would I know of his work? (I have no idea why I asked this question bc I hate when people ask it of me! Like how do I know if you know my work?!) There is a slight pause from the driver’s seat and he says, um...a movie called Mother? And...Memories of Murder? When I tell you I screamed. 😂😂😂😂I called him a 배신자, which means betrayer. Hyomin is a talented filmmaker in his own right, and just as generous as his dad. He was my guest at the P.S. I Still Love You premiere and he was super happy to go, even though he’s been doing fancy Oscars stuff all month for Parasite. 😭Anyway I love Hyomin, I love his dad, I love Korea! 🇰🇷🇰🇷🇰🇷🇰🇷🇰🇷
Uma publicação compartilhada por Jenny Han (@jennyhan) em 

Ela diz: 

No verão passado, eu estava na Coreia filmando To All the Boys: Always and Forever, Lara Jean. Em Seul, há muito tráfego, então você passa muito tempo conversando no carro. Tivemos um jovem Assistente Pessoal como nosso motorista. No primeiro dia, falei sobre Bong Joon Ho e como ele iria ganhar um Oscar por seu novo filme Parasite. Passei pelo menos meia hora conversando só sobre Okja. O Assistente Pessoal disse: "oh, ele é famoso na América?" e eu disse "Oh, sim. O diretor coreano mais famoso do momento!" Estávamos passando pelo templo Bongeunsa, e o sobrenome dele também era Bong, e eu disse "uau, quantos Bongs hoje em dia!". No final das contas, conversamos sobre coisas tipo, "então, o que seus pais fazem?" e ele disse que sua mãe é dona de casa e seu pai é diretor. E eu "sério? Eu conheço o trabalho dele?" (Eu não tenho ideia do porquê de eu ter feito essa pergunta, porque eu odeio quando as pessoas fazem isso comigo Como como eu saberia se você conhece o meu trabalho?!) Há uma pequena pausa no banco do motorista e ele diz, "hm... um filme chamado Mother? E... Memórias de Assassino?". Preciso dizer a vocês que eu gritei. Eu o chamei de 배신자 (baesinja), que significa traidor. Hyomin é um cineasta talentoso e é tão generoso quanto seu pai. Ele foi meu convidado para a estreia de P.S. Ainda Amo Você e ficou super feliz em ir, mesmo que ele tenha feito coisas extravagantes do Oscar o mês todo por Parasite. De qualquer forma, eu amo Hyomin, eu amo o pai dele, eu amo a Coreia!

Isso é que é ter história para contar! 

Veja também:

0 comentários