Escolha do editor

5/random/post-list

Ad Code

Anúncios

Final de Alice in Borderland 2 é diferente do mangá, atriz explica

Final de Alice in Borderland 2 é diferente do mangá, atriz explica

Alice in Borderland, série japonesa de sucesso da Netflix, é baseada em um mangá homônimo. O final de sua segunda temporada, no entanto, mudou uma parte significativa da história original e a atriz Riisa Naka explicou como o dorama e os quadrinhos são diferentes nesses aspectos. Essa matéria contém spoilers!

Em entrevista ao TV Guide, a atriz que deu vida à personagem Mira na segunda temporada de Alice in Borderland conta que uma impactante cena do final da segunda temporada entre sua personagem e Arisu (Kento Yamazaki) é diferente do texto original do mangá para concretizar os desejos do diretor Shinsuke Sato, que não concordava os acontecimentos do material de origem.

Riisa Naka disse: "De acordo com a história original do mangá, acredito que no começo Arisu toma seus remédios e depois entra nesse mundo de alucinações. O diretor disse que isso é meio injusto. Mira é a mestra de todos esses jogos, ela é a figura chave. Por que ela estaria emprestando ou usando o poder da ciência?"

Ela continua sua explicação: "Então, criamos uma abordagem em que usaríamos as palavras dela para sermos mais hipnóticos e depois arrastá-lo dessa realidade para o estágio alucinatório. Mas durante isso, Usagi (Tao Tsuchiya) é quem o salva por causa de sua amizade ou amor. Ela é capaz de fazer isso e, no final, eles têm essa bela vitória." 

Dessa forma, a segunda temporada foi capaz de terminar com um final feliz para Arisu e Usagi sem precisar desmerecer Mira ou fazer com que ela perdesse sua essência, além de abrir margem para uma possível terceira temporada — embora a renovação oficial ainda não tenha sido feita pela Netflix. 

Siga @elfolivreblog para mais novidades!

Postar um comentário

0 Comentários

Anúncios 2

Ad Code