Escolha do editor

5/random/post-list

Ad Code

Anúncios

Kimi ni Todoke: um dorama fofo para desacelerar

Kimi ni Todoke: um dorama fofo para desacelerar

Estamos em 2023 e ainda falamos em Kimi ni Todoke, obra que surgiu lá no começo dos anos 2000 como um mangá, ganhou anime, filme e agora chega em formato de dorama como uma série exclusiva da Netflix. Criada por Karuho Shiina, essa história é tão boa que parece estar prestes a se tornar atemporal, e sua nova versão em live-action é a maior prova disso.

Em meio as narrativas rápidas, cheias de ação e pegação que dominam as posições mais altas de audiência nas plataformas de streaming, Kimi ni Todoke nada contra a maré ao entregar um romance puritano genuíno, com personagens que não tem pressa para confessar seus sentimentos e vivem um dia após o outro, convidando os espectadores a esse estilo de vida mais desacelerado, a aproveitar os pequenos momentos de alegria sem pressão de dar logo o próximo passo. 

A narrativa acompanha a história de Sawako, uma adolescente tímida que sofria bullying por ser quieta demais. Ela nunca soube se defender dos rumores de que ela via fantasmas, e por isso sua má fama acabou ganhando popularidade, afastando as pessoas de si. Shota, no entanto, se apaixona a primeira vista por ela. O relacionamento entre um extrovertido e uma introvertida é complicado, mas aos poucos ambos aprendem mais um com o outro, sendo mais sinceros consigo mesmos e com seus sentimentos, o que consequentemente cria um ambiente melhor ao tocar aqueles com quem convivem. 

Kimi ni Todoke: um dorama fofo para desacelerar

Toda a história da versão de Kimi ni Todoke da Netflix se passa em doze episódios que compilam três anos do relacionamento de Sawako e Shota, tal como eles vão amadurecendo ao longo dos anos. Pode parecer uma passagem de tempo rápida, com apenas 4 episódios dedicados a cada ano escolar, mas esse dinamismo acaba funcionando muito bem, principalmente para ajudar a dar um gás na progressão dos eventos, que se dá de forma bem lenta. 

Assim, a história não fica cansativa, mas a edição bem feita também ajuda o espectador a entender como o tempo tem passado, inclusive nas estações, que acompanhamos graças a troca de uniforme dos personagens ou das paisagens que os cercam, incluindo a grande cerejeira que é quase uma das protagonistas, de tão importante que se torna para a narrativa ao estar presente em momentos emblemáticos do casal. 

E se você não leu o mangá ou assistiu ao anime, não tem problema: o dorama da Netflix também foi pensado para atrair novos públicos, e a história é muito bem apresentada. Mas, após assisti-lo, você certamente ficará interessado em ver as outras versões também. Aproveite que o anime está disponível na Netflix para fazer a maratona dupla!  

Postar um comentário

0 Comentários

Anúncios 2

Ad Code