Escolha do editor

5/random/post-list

Ad Code

Anúncios

Resumo | Meu Demônio Favorito (My Demon) - Episódio 1


Meu Demônio Favorito (My Demon) já estreou na televisão coreana! O primeiro episódio do novo k-drama foi ao ar nesta sexta-feira, 24 de novembro. Confira abaixo o resumo do que aconteceu no episódio!  

O episódio 1 de Meu Demônio Favorito começa com Do Hee fugindo de algo, enquanto vemos o demônio Jung Gu Won nas sombras. Na dinastia Joseon, o demônio já agia, dando às pessoas o que elas mais desejam em troca de suas almas. No exemplo que vemos, um homem prestes a morrer de fome aceita o pacto e terá dez anos de fatura, mas então morrerá e irá para o inferno.

"Os católicos acreditam que os humanos possuem três tipos de inimigos. O primeiro é seu próprio corpo, que os prejudicam por dentro com características como preguiça. O segundo é suas vidas mundanas, que os corroem pelo lado de fora. O terceiro e último inimigo são os espíritos malignos. Os espíritos malignos enganam e confundem os humanos com seus modos arrogantes, porém tentadores, minando-os tanto por dentro quanto por fora."

No presente, conhecemos Do Hee, filha adotiva da Madame Ju, que é CEO do Grupo Mirae. Em uma cerimônia profissional, um homem tenta dar em cima dela, mas ela o deixa falando sozinho e sobe ao palco para receber o prêmio de CEO do ano. Ela é uma celebridade conhecida e muito dedicada ao seu trabalho.

Sua mãe quer que ela vá a um encontro às cegas e Do Hee tenta escapar usando seu trabalho como desculpa, mas acaba cedendo após a insistência de sua mãe. 

Na cena seguinte, vemos que o demônio Gu Won ainda está em atividade. Ele entra em um spa para se encontrar com um golpista, avisando que chegou ao fim o prazo do contrato entre eles, o que significa que ele deve morrer. O homem resiste e tenta negociar um novo contrato, mas Gu Won é impiedoso e leva sua alma ao inferno.

Em seguida, vemos Do Hee indo ao encontro às cegas. Desinteressada, chega falando sobre não ter o mínimo de interesse em relacionamentos e que é casada com seu trabalho, mas fica hipnotizada quando vê a beleza de seu date: Gu Won. Ele não liga para a arrogância dela, afirmando que reservou o restaurante inteiro para poder comer em paz.

Está claro que houve um mal entendido, e o drama mostra que o homem com quem Do Hee deveria se encontrar está aguardando por ela em outro lugar. De fato, Gu Won estava certo e alugou o espaço todo para si, mas ele não consegue mandá-la embora devido a um novo mal entendido, quando ela diz que está ali seguindo "ordens de cima", o que no caso é apenas a mãe da garota, mas ele interpreta como Deus e acaba cedendo.

Ela explica que eles estão em um encontro às cegas organizado por sua mãe, a quem ela chama de Toda Poderosa, o que continua com o estranhamento. Os 30 minutos que ela prometeu ficar se esgotam, e um bolo quase cai sobre ela, mas Gu Won a salva (e segura o bolo também). Ela corre até o banheiro para absorver tudo o que aconteceu, achando que o bolo ela para ela, por ser seu aniversário. Então, percebe uma mancha em sua roupa.

Gu Won tenta comer seu bolo em paz, mas não consegue, já que os golpistas chegam e estragam seu momento. Irritado, bate neles com seu jornal, fazendo todos desaparecerem. Quando ela volta, vê que o bolo está destruído e descobre que não era para ela. Gu Won a manda embora. No banheiro, usa seus poderes para trazer todos os homens de volta, saindo pela privada. 

Na cena seguinte, vamos um ano no passado para entender o que está acontecendo com o Grupo Mirae. 

"O Grupo Mirae, uma das dez maiores empresas do país, está passando por uma luta interna pelo poder. O Reino Mirae foi estabelecido pelo Todo-Poderoso Ju, presidente Ju Cheon Suk. Eu a chamo de Madame Ju."

No aniversário de 70 anos de Madame Ju, nasceu seu filho mais velho, Noh Suk Min, que vive nas sombras da mãe. A esposa dele, Kim Sera, é uma puxa-saco de carteirinha. Noh Dongyeon, filho do casal, é invisível para a avó. 

Noh Suahn, filha do meio da Madame Ju, ama Paris e tem dois filhos gêmeos, um Austin e Justin. O marido dela não pôde prestigiar o aniversário da Madame Ju, e ela desdenha dele, dizendo que sua ausência é o melhor presente. Quem também está na festa é o sobrinho da Madame Ju, Ju Seokhoon, que é visto por ela como um parceiro de profissão. Seus pais são hippies que vivem longe da família. 

Por último, Do Hee chega à festa. As duas parecem ser as mais próximas, embora não tenham relação de sangue. No entanto, sua personalidade difícil combina com a da Madame Ju, e as duas vivem trocando farpas sem ofensas. 

De volta ao presente, Do Hee recebe uma ligação anônima de um informante que quer conversar cm ela pessoalmente para ajudá-la a se tornar a presidente do Grupo Mirae. Ao desligar o telefone, chegam duas mensagens estranhas da Madame Ju, dizendo "É o fim para mim. Te vejo no paraíso". Do Hee corre ao hospital e acha que ela está morta, mas ela só estava cochilando. 

As duas continuam com suas conversas cheias de farpas, até que a Madame Ju revela que armou tudo isso para que elas pudessem comemorar o aniversário de Do Hee juntas, revelando um bolo de aniversário. Elas relembram momentos da adolescência, de como a Madame Ju se esforçava para que Do Hee não se sentisse mal por ser órfã, mas as vezes exagerava e deixava a menina envergonhada. Mesmo assim, a relação entre as duas é boa. 

A Madame Ju pergunta do encontro às cegas e, quando mostra uma foto do rapaz que havia arranjado para Do Hee, elas finalmente descobrem que ela foi ao lugar errado e se encontrou com a pessoa errada. A assistente chega e conta que foi um erro da "casamenteira", que deu o nome do hotel errado e, por isso, houve o desencontro.

Em outra cena, Gu Won está em seu instituto de artes tradicionais. Vemos uma dança com espadas no palco, e seu assistente estava dormindo em vez de prestar atenção no ensaio. Gu Won recebe uma ligação da assistente de Do Hee, pedindo desculpas pelo inconveniente causado durante o almoço. Ela até oferece uma compensação, mas ele recusa e desliga o telefone na cara dela. 

A Madame Ju diz então que vai marcar outro encontro, que seu sonho é ver Do Hee se casar antes de sua morte, mas a garota retruca dizendo que, se se casar é algo tão bom, por que ela mesma não se casa novamente? Em resposta, a madame dá um tapa em Do Hee. Ela também lhe dá dois anéis, pedindo que use os dois até que encontre alguém para quem possa dar outro.

Do Hee finalmente assopra as velas do seu bolo, e seu pedido é que a Madame Ju continue apunhalando-a pelas costas por muitos anos. Depois do momento fofo, a madame volta a falar de encontros às cegas, e Do Hee a deixa sozinha, levando até o bolo embora.

No instituto, Gu Won fala ao seu assistente sobre o encontro que teve. A dançarina escuta e pergunta com quem, se ele dormiu com alguém. Ela parece ter sentimentos por ele, mas Gu Won claramente não os corresponde, pois não responde às perguntas dela e deixa o lugar com uma desculpa esfarrapada de que precisa trabalhar. 

Mas a garota não desiste e invade o escritório de Gu Won querendo saber quem é a garota, se é mais nova e mais bonita que ela. Ele revira os olhos e diz que deveria tê-la deixado morrer, dando a entender que há um contrato entre eles também. A garota em questão é Jin Ga Young, a "Beyoncé da dança tradicional coreana", mas Gu Won não se deixa afetar pelas palavras e influência dela. 

Em uma nova cena, vemos Do Hee na praia. Ela vê um casal com filhos e se lembra de sua própria infância, se divertindo com seus pais em um dia de chuva na areia. Ela se lembra do momento com nostalgia, dizendo o quão incríveis seus pais eram.

Do Hee entra em um táxi para voltar para casa, mas descobre que esse não é o motorista que estava esperando. Ele trancou a porta para evitar que ela saia e tem uma marca estranha de sangue no pescoço. A garota pergunta quem o enviou, mas ele diz que essa não é a pergunta certa, que ela deveria perguntar "por que", e não quem. Ju Cheon Suk é a razão, ele diz. Alguém está tentando matá-la para ter concorrência a menos na corrida para presidência do Grupo Mirae.

Mas Do Hee é esperta e finge ter desmaiado para conseguir sair do carro. Ela foge pela estrada escura. Ao mesmo tempo, Gu Won está no topo de uma torre e diz achar estranho como as coisas estão quietas hoje, sem trabalho, em busca de uma alma desesperada que possa firmar o próximo contrato com ele. Então, ele percebe que Do Hee está em perigo e vai até ela.

É a mesma cena que abriu o episódio, mas agora temos mais detalhes do que está acontecendo. Do Hee se pergunta quem é amigo e quem é inimigo, mas acaba escolhendo ficar ao lado de Gu Won e pede a ajuda dele, que diz que a ajudará se ela selar o acordo. "Nada é de graça nesse mundo", ele diz, mas acaba cedendo e a ajuda a se livrar do cara antes que ela assine o contrato.  

Do Hee corre até o carro e tenta dirigir rumo à sua segurança, mas Gu Won joga o homem no para-brisa do veículo e impede que a garota deixe o local. O demônio vai até ela para cobrar o contrato e eles dão as mãos, o que deveria selar o combinado, mas Gu Won descobre que acabou perdendo seus poderes, e os dois caem na água para escapar de um acidente de carro. 

Do Hee tenta nadar para se salvar, mas volta para o fundo do rio quando percebe que Gu Won está inconsciente. Ela tenta puxa-lo até a superfície, e o sinal da cruz no pulso de Gu Won é transferido para o pulso dela. A garota acorda na manhã seguinte à salvo, e ele está ao seu lado, dando falta do seu sinal. 

Assim que Do Hee acorda, ele pega o braço da garota e descobre que o sinal agora está no pulso dela. O episódio termina com eles se encarando, enquanto o tempo fica mais lento para Do Hee, mostrando que os poderes dele agora estão com ela.  

Postar um comentário

0 Comentários

Anúncios 2

Ad Code