O que rolou no Anime Arts - 17ª Edição

by - dezembro 07, 2017


Em 3 de dezembro de 2017 foi realizada a 17ª edição do Anime Arts na cidade de Sorocaba. O evento foi especial em comemoração aos 10 anos de de existência. O evento nasceu em 2007 com o objetivo de divulgar a cultura do anime em Sorocaba, e hoje reúne aproximadamente quatro mil pessoas por evento, sendo a maioria formada por adolescentes.

O auge desta edição evento foi, sem sombra de dúvidas, a palestra com os dubladores Charles Emmanuel e Luisa Palomanes. São conhecidos, principalmente, por terem trabalhado juntos na dublagem da saga Harry Potter, sendo as vozes oficiais brasileiras dos personagens Ron Weasley e Hermione Granger. A conversa com os fãs durou cerca de uma hora e meia, abordando sobre o universo da dublagem, personagens nos quais trabalharam, experiências e dicas para quem quer entrar no mercado, com muito bom humor e carisma que só atores/dubladores conseguem ter.


A atmosfera criada pelos dois fez o tempo passar extremamente rápido, e fãs que estavam na fila para fazer perguntas aos artistas infelizmente tiveram que retornar a seus lugares sem serem atendidos, mas é o preço que se paga quando algo flui tão bem como esta palestra/conversa fluiu.

O palco principal também recebeu o desfile de moda urbana japonesa organizado pela sala temática Japan Fashion, a cosplayer Giu Hellsign em uma palestra sobre o universo cosplay, suas experiências  e dicas, a youtuber Haru, falando sobre seu canal e show do Detonator (Bruno Sutter) para encerrar a tarde com muita música.


No auditório 1, palco fechado do evento, também rolou atrações para todos os gostos: durante a tarde tivemos a final do Campeonato de League of Legends com times da região. A partida foi realizada entre os times SS Players e Sorobolas, sendo o último o campeão da vez. Após o jogo, foi realizado um "perguntas e respostas" sobre personagens de LoL com o público valendo brindes a quem acertasse as questões.

Em seguida, foi a vez do K-POP dominar o auditório com o concurso cover realizado pela Seoul Music, que em sua sala temática organizou, ainda, jogos como "random play dance" e "double speed", divertindo o público. Solistas e grupos se apresentaram no palco com músicas como "As If It's Your Last", de Blackpink, e "Mic Drop", de BTS, com direito a premiação ao primeiro colocado de cada categoria.


Quanto as salas, além da Seoul Music estiveram presentes a Nerd Universe, com exposição de coleções, Tattoo RPG, fazendo tatuagens em maiores de 18 anos, Dia Nacional de Sailor Moon, Fã Clube Supernatural is Life, Magic Potter, Just Dance, Hipnose, Sindicato do Fã, Japan Fashion, ConFURia e muito mais.

Os estandes também tinham seus atrativos para quem queria fazer compras ou voltar para a casa com algumas lembranças do evento. Lojas de camisetas temáticas (destaque a Keipo Store, nova lojinha de produtos de K-POP que está maravilhosa!), canecas, pelúcias e figures disputavam pela atenção e dinheiro dos fãs que passavam por lá - e poucos conseguiam se render aos encantos. Próximo aos estandes, estava o Beco dos Criadores, com a presença de artistas independentes como Ana Barana, Kazoo!, Marcela Nohama e Maju Fogo que vendiam suas artes.


No quesito comida, não deu para passar fome: desde os tradicionais yakisobas e takoyakis a porções de batata-frita ou crepes, havia opções para todos os gostos e bolsos. Para tentar disfarçar o enorme calor sorocabano, as famosas raspadinhas multi-sabores foram as grandes requisitadas do público que, com certeza, levou boas lembranças deste evento.

A 17ª edição do Anime Arts foi uma das melhores dos últimos anos. Aos poucos, o evento está retomando a cara de evento de anime raiz, deixando de lado o convite de palestras a youtubers desconexos ao temas porém famosos, como foi muito frequente nos últimos anos. Há quem reclame, mas a fidelidade a temática do evento conta muitos pontos ao fim de tudo. Esta foi a primeira vez do Elfo Livre como imprensa em um evento fechado e espero que possamos nos ver novamente na próxima edição.

Veja também:

0 comentários