KARD volta ao Brasil em outubro com show em quatro cidades

by - junho 10, 2019


KARD, grupo misto sul-coreano que vem revolucionando o K-POP com grande sucesso no exterior, volta a América Latina para uma nova turnê que passará pelo México, Chile e Brasil. A organização é da Highway Star, que já trouxe os artistas para o país no ano passado e em 2017.

Na rota nacional, quatro cidades foram adicionadas. As datas e locais do evento já foram reveladas:

10/10 - Rio de Janeiro (Vivo Rio)
11/10 - São Paulo (Tom Brasil)
13/10 - Recife (Baile Perfumado)
15/10 - Porto Alegre (Bar Opinião)

Embora o KARD já tenha passado por diversas cidades brasileiras, essa será a primeira vez que outras paradas, além de São Paulo e Rio, receberão o show completo: nas visitas anteriores, as demais localidades receberam apenas sessões de autógrafos que contavam com pocket concerts do grupo.

Confira o banner oficial da tour:


As vendas serão iniciadas no dia 22 de junho, sábado, às 15h. Os ingressos serão vendidos exclusivamente pela internet, pelo site do Sympla, exceto para o Rio de Janeiro: os cariocas devem adquirir seus bilhetes pelo site Eventim ou diretamente na bilheteria do Vivo Rio. 

Além da meia-entrada comum, válida para estudantes, professores e idosos, será disponibilizada a meia-social que poderá ser garantia com a doação de 1kg de ração para cães ou gatos, a ser entregue no dia do evento. 


Além dos ingressos para o show, serão disponibilizados ingressos para os seguintes eventos de interação

Hi-Touch: dar um "high five" com os quatro integrantes do KARD.
Foto em Grupo: tirar uma foto com o KARD e outros fãs (10 por foto).

Mas atenção: os ingressos que dão direito a participação em eventos de interação com o artista deverão ser adquiridos com um ingresso de qualquer setor para o show.

O valor dos ingressos para o show será de R$130 a R$500, variando a cada cidade por diferenças nos setores, enquanto os eventos de interação estarão disponíveis por R$100 cada. 

Abra a imagem para melhor exibição.

Serviço completo com mapa de setores, classificação e valores disponíveis no link acima. 

Veja também:

0 comentários