KARD, um grupo cada vez mais ousado

by - outubro 03, 2019


O grupo sul-coreano KARD já chegou muito destemido ao surgir em 2016 como um grupo misto, mas tem se mostrado ainda mais ousado para suas músicas de 2019. Neste ano, foram dois os lançamentos do quarteto até o momento: Bomb Bomb e Dumb Litty, ambas canções fortes, dançantes e com uma pegada irreverente que está fazendo o fandom do grupo crescer ao redor de todo o mundo.

A já caliente Oh NaNa, primeira faixa do quarteto quando era, ainda, apenas um projeto pre-debut, parece hoje perfeitamente inocente se comparada aos lançamentos mais recentes do grupo, que está se arriscando ao investir cada vez mais não só em seu som poderoso, mas também em sua imagem, com vestimentas e coreografias picantes que combinam com o amadurecimento sonoro do KARD

Um toque latino



Bomb Bomb, lançada em 27 de março, foi o primeiro single digital do grupo e já nos deu um gostinho do que receberíamos do KARD em sua nova fase. O lançamento traz uma forte presença de elementos latinos, tanto em sua sonoridade quanto no visual, com cenários que muito lembram grandes paisagens da América Latinas, a la cenários de novelas mexicanas.

A decisão de misturar o sangue latino ao K-POP deu certo: a combinação já havia sido feita por outros grupos como VAV, SF9 e Super Junior, sendo que as garotas do KARD, Jiwoo e Somin, tiveram a chance de colaborar com os últimos, abrindo portas para que o quarteto misto explorasse essa tendência global

O convite principal fica pela popularidade do KARD nas terras ocidentais: a cada lançamento, o grupo fica mais conhecido entre os fãs internacionais, queridos principalmente entre os latinos que sempre lotam seus shows e fan-events por aqui. Inclusive, o Brasil receberá o grupo pela quarta vez com a sua Wild Tour, que passará pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Porto Alegre, com organização da Highway Star.

Saiba mais em www.hwstar.com.br/kard

Ainda mais ousadia


E se o público brasileiro já estava ansioso para cantar e dançar ao som de Bomb Bomb, a última semana trouxe um novo hit com a estreia de Dumb Litty nas plataformas musicais. A faixa é o segundo single digital do grupo e, também, a segunda de suas músicas de 2019, seguindo pelo mesmo estilo de ousadia que a anterior, mas atualizada e intensificada.

A nova faixa foi produzida pelo integrante BM e traz uma batida muito sólida e envolvente, do tipo que vicia desde o play até o replay, pois é impossível ouvir apenas uma vez. Com um show de atitude, a letra fala sobre se divertir sem se preocupar com o que os outros irão dizer. Cada linha é muito significativa, com suas emoções urgentemente visíveis nas expressões faciais dos integrantes.

Seu atrevimento ganha ainda mais força pelas vestimentas dos integrantes, que arrasam em dois cenários de dança com contrastes em suas roupas, que vão de um branco imaculado ao preto no maior toque gótico permitido. Uma dualidade que só o KARD consegue executar.

A cara da atitude


Para as cenas individuais, Jiwoo é um destaque a mais por suas vestes vermelhas e extremamente sensuais que valorizam não só seu corpo, mas sua atitude. Somin, em meio ao cenário florido, lembra muito Afrodite, em uma referência intencional: no período de pré-lançamento, foi revelado que cada integrante estaria representando dois deuses da mitologia grega, e fica visível o esforço que tiveram ao transferir suas mais marcantes qualidades a essa releitura sensual e contemporânea, muito bem realizada. 

BM e J.Seph ficam com a parte de rap da música. Embora já seja costumeiro ver Big Matthew agindo com tanta garra em frente às câmeras, o geralmente mais fofo e tranquilo J.Seph surpreende e choca, positivamente, com uma nova atitude emprestada para o conceito, encarnando um perfeito bad boy.

Em escala, se Bomb Bomb foi o fogo, Dumb Litty é um incêndio completo. As canções marcaram o início de uma nova fase para o KARD, dando-lhes um novo tom não só para suas recém lançadas músicas para esta fase mais madura, mas para o que o público esperará deles no futuro.


Depois de todo esse show de força e inovação, é difícil não assimilar o grupo com uma crescente imagem de “revolucionários do K-POP”: além de surgirem como um grupo misto em um cenário dominado por girlgroups ou boygroups, seu estilo despojado e rebelde é um grande tapa em qualquer resquício de tradicionalismo que ainda exista na música sul-coreana.

O KARD está pronto para dominar o mundo, mas será que o mundo está pronto para ser dominado por este quarteto? Independente da resposta, o KARD está cada vez mais ousado em suas produções musicais e estamos ansiosos para ver qual será o próximo passo do grupo.

Veja também:

0 comentários