Erika Sawajiri tinha contrato pré-nupcial BIZARRO com ex-marido, entenda

by - 19 março


Erika Sawajiri, atriz japonesa conhecida principalmente por estrelar o dorama Um Litro de Lágrimas (2005), teve seu polêmico contrato pré-nupcial de volta à mídia após ser exposto em um programa televisivo sul-coreano, Love of 7.7 Billion. Segundo informações divulgadas no talk show, a atriz cobrava de seu então noivo, Tsuyoshi Takahashi, por envolvimentos sexuais com ela e outras mulheres. Entenda essa história:

Conforme o que foi apresentado à televisão coreana, o contrato pré-nupcial do então casal limitava que a dupla só poderia transar cinco vezes por mês. Caso quisesse mais que isso, Takahashi tinha que pagar o equivalente a R$20 mil reais à atriz. 


Além disso, o contrato também explicitava a multa do equivalente a R$400 mil reais na conversão atual a Sawajiri toda vez que seu então noivo fosse a um encontro com outra mulher. O valor duplicava caso o homem transasse no encontro. Eles se casaram em 2009 e deram início ao divórcio um ano mais tarde, com o contrato vazando durante o processo. 

Erika Sawajiri foi uma popular atriz no início dos anos 2000 e em atividade até pouco tempo atrás.  Aos 33 anos, Erika é ganhadora do prêmio de melhor atriz da Academia Japonesa por sua performance no aclamado filme Helter Skelter, de 2012. 


Entretanto, sua mais recente notícia também é um escândalo: em novembro de 2019 Erika Sawajiri foi intimada a 18 meses de prisão por porte ilegal de drogas em Tóquio. Ela também fez uma pequena participação no dorama Followers, lançado pela Netflix em 2020.  

Veja também:

0 comentários