Jenyer (ex-membro do 4Minute) está de volta e empoderada em BAD

by - 25 agosto


Jenyer é o nome artístico adotado por Jeon Jiyoon em sua carreira solo, iniciada logo após o fim do grupo 4Minute, qual integrou como rapper. No último dia 24 de agosto a diva retornou ao cenário musical com BAD, sua nova faixa que marca ainda seu retorno como performista, sendo seu primeiro trabalho com coreografia desde Magnet, em 2016. 

Jenyer trabalha ativamente na produção de todos os seus trabalhos e não foi diferente com este: com composição autoral, a letra foi escrita com o apoio de mOnSteR nO.9 (membro do PRSNT, do qual ela também faz parte) e Jiyoon ainda ajudou na criação da coreografia. 

Assista ao MV de BAD logo abaixo:


A faixa é a primeira parte da trilogia 불 화:[火], que representa o fogo e a raiva da artista. Em entrevista a OSEN, ela diz: "화 é raiva, um sentimento instintivo quando você é traído. Eu estava com muita raiva em certa época porque uma pessoa que conheci teve um caso, e depois de um tempo, eu estava no carro e pensei em fazer uma música que tivesse um sentimento raivoso. Com o passar do tempo, isso pode se tornar uma memória bonita já que elas não serão esquecidas, e eu queria incluir na música as sentimentos também de dor e raiva que senti naquele momento. Por tanto, uma vez que mostrei como era bonito, mostrei também o meu pensamento de “quero te matar”."

Jenyer esteve trabalhando de forma independente até o início do ano, quando assinou com a Artsro Ent para o lançamento deste seu novo projeto e conta, na mesma entrevista, que não se arrepende de ter feito tudo sozinha até então e que o trabalho duro a ajudou a ser mais grata e está muito feliz com sua nova equipe. A tradução é do portal Jeon Jiyoon Brasil, que apoiou o Elfo Livre nesta publicação.


Sabendo do plano de fundo da criação da faixa, o MV de Bad evoca uma aura de relacionamentos abusivos e magia: a performance de Jenyer a coloca como uma bruxa, sentimento que se valida por meio do teaser "Para todas as bruxas ao redor do mundo" — ela é uma garota má e louca que está disposta a fazer de tudo por sua vingança, inclusive cometer assassinato, conforme fica implícito no vídeo. 

Ela dança e se liberta, extravasando todos os seus sentimentos por meio de uma coreografia contemporânea e ensaiada, mas também de passos próprios e muito ricos em sentimentos. Jiyoon entrega ao longo das cenas de atuação toda a carga dramática de alguém corrompida pela raiva e pelos abusos. 


Desde as lágrimas de sangue às dançarinas tentando calá-la, é nítida a representação dos abusos sofridos pela eu-lírico em Bad, mas ela é uma garota má e não vai deixar barato. A música alternativa também combina perfeitamente com o conceito, enfatizando ainda o lado vocal de Jiyoon que não era tão aproveitado quando ela fazia parte do grupo idol. 

Mais do que a libertação de uma eu-lírico que sofreu em um relacionamento abusivo, Bad é a libertação e empoderamento de Jenyer como uma artista que está pronta para entregar o melhor de si não só ao público, mas também a si mesma.

Estou apenas dizendo a você todos os dias, não vá a lugar nenhum
Mas você usou palavras cruéis para terminar comigo
Então você enlouquece e diz que vai voltar

Não sinto muito, eu sou uma louca garota má

Não sinta muito
Não sinta muito, queridinho, jogue fora, vire-se, acabou agora 
Não volte!
Não se preocupe comigo, querido, vá embora, não não não não

Agradecimentos: @jeonjiyoonbr

Veja também:

0 comentários