Escolha do editor

5/random/post-list

Ad Code

Anúncios

Como o Super Junior revolucionou o k-pop com o sistema de sub-units

Como o Super Junior revolucionou o k-pop com o sistema de sub-units

Super Junior, grupo de k-pop conhecido como Os Reis da Hallyu, fazem jus ao seu nome. Em atividade desde 2005, foram os responsáveis por algumas tendências do estilo musical, como grupos com grandes números de integrantes e o revolucionário sistema de sub-units

Como explicado no documentário Super Junior: The Last Man Standing, lançado em 2023 pelo Disney+, os treze integrantes do grupo precisavam de mais oportunidades para se destacarem, nascendo então o sistema de sub-units. Além disso, esse sistema permitia que o grupo pudesse promover em vários lugares ao mesmo tempo, tal como explorar novos gêneros e estilos, de modo a tornar o grupo mais lucrativo para a sua agência.  

Esse sistema funcionou tão bem com o Super Junior que passou a ser aplicado em outros grupos da SM Entertainment e até de outras agências do cenário do k-pop, revolucionando a indústria musical. Entenda o impacto: 

As sub-units do Super Junior

Ao longo dos anos, o Super Junior teve cinco sub-units oficiais: 


Super Junior K.R.Y

Considerada a primeira sub-unit oficial do k-pop, é formada pelos três vocalistas principais do Super Junior: Kyuhyun, Ryewook e Yesung. As iniciais de seus nomes formam a sigla do grupo. A estreia do K.R.Y aconteceu em novembro de 2006 com o lançamento de The One I Love, música que integrou a trilha sonora do drama Hyena

Eles promoveram em coreano e japonês. Seu mais recente trabalho, When We Were Us, foi lançado em 2020 e é, ainda, o primeiro mini álbum coreano do trio, que até então só havia lançado singles.  


Super Junior T

Leeteuk, Heechul, Kangin, Shindong, Sungmin e Eunhyuk, os membros mais engraçados do Super Junior, formaram a sub-unit T, de Trot, um estilo musical tradicional coreano. O single Rokkugo!!, lançado em fevereiro de 2007, marcou a estreia da unit. 

Esse projeto tinha como objetivo revitalizar a música trot, conquistar novos fãs através das experimentações de gêneros e mudar a imagem dos idols, deixando o "belo" de lado, sem medo de parecerem estranhos em performances coloridas e divertidas. 


Super Junior M

O Super Junior M nasceu visando a expansão para o mercado chinês, com lançamentos em mandarim e coreano. Seu álbum de estreia, Me, foi lançado em abril de 2008 e contava com os membros Hangeng, Siwon, Donghae, Ryewook e Kyuhyun, além dos novos integrantes Zhoumi e Henry, que participariam apenas do Super Junior M e não se juntariam ao grupo oficial. Em 2011, Eunhyuk e Sungmin foram adicionados à sub-unit após a saída de Hangeng.  


Super Junior Happy

Leeteuk, Yesung, Kangin, Shindong, Sungmin e Eunhyuk lançaram a sub-unit Super Junior Happy em junho de 2008 com o mini Cooking? Cooking!. Essa unit tinha um conceito mais fofo e divertido. Tanto o conceito quanto a formação é parecido ao do Super Junior T, com Yesung substituindo Heechul.


Super Junior D&E

D&E, unit formada pelos integrantes Donghae e Eunhyuk, uniu os gostos e estilos semelhantes dos integrantes, com performances centradas no hip hop e coreografias mais complexas. Sua estreia foi em dezembro de 2011 com o single Oppa Oppa, e continuam em atividade até hoje. 

A influência do Super Junior no k-pop

Super Junior foi o primeiro grupo de k-pop com mais de dez integrantes e o primeiro a ter um sistema de units. Essas peculiaridades, unidas ao sucesso do grupo, inspiraram produtores de outras agências no lançamento de seus próprios grupos. NCT, Seventeen e LOONA são exemplos de grupos que possuem características semelhantes às do Super Junior, seja em sua formação vasta ou adesão às units em suas promoções.

Como o Super Junior revolucionou o k-pop com o sistema de sub-units

NCT

Na SM Entertainment, o formato bem-sucedido do Super Junior foi adaptado e utilizado na formação e estreia do NCT.  O grupo tem um conceito infinito, no qual novos integrantes serão adicionados ao longo dos anos. O NCT é um grupo guarda-chuva atualmente formado por 23 integrantes que se dividem em diversas sub-units, cada uma focada em um estilo musical e até mesmo país para suas promoções. São elas: 

  • NCT U
NCT U é uma unit rotacional, sem formação fixa. A cada lançamento, a empresa seleciona os membros que mais combinam com o estilo das novas músicas. No entanto, o NCT U está sem atividades de 2019, conforme o foco foi mudado para as demais sub-units. 

  • NCT 127
127, coordenadas da longitude de Seul, enfatiza a cidade de origem do grupo. Assim como a capital coreana, o grupo é tecnológico e inovador, com músicas experimentais que fogem do óbvio e conquistam fãs no mundo todo. Sua formação é fixa, com Taeil, Johnny, Taeyong, Yuta, Doyoung, Jaehyun, Jungwoo, Mark e Haechan. WinWin também fez parte do grupo, mas hoje foca no WayV. 

  • NCT Dream
Dream, terceira sub-unit do NCT, nasceu com um conceito jovial, visando no público mais jovem. A ideia original era que o grupo fosse rotativo, com um sistema de graduação no qual integrantes mais velhos deixariam o Dream e seriam substituídos por membros mais novos. No entanto, quando o primeiro membro Mark se graduou, fãs iniciaram projetos para manter fixa a formação do NCT Dream, e a SM voltou atrás colocando Mark de volta na unit e prometendo o fim do sistema rotacional no Dream. 

Algo semelhante havia acontecido com o Super Junior: originalmente, o grupo também seria rotativo, com novos integrantes entrando e saindo a cada comeback. No entanto, os fãs se afeiçoaram tanto à formação que a SM Entertainment resolveu fixá-la após a entrada de Kyuhyun. 

  • WayV
WayV é a quarta sub-unit oficial do NCT, com atuação focada no mercado chinês. Seus integrantes são Kun, Ten, Winwin, Xiao Jun, Hendery, Yang Yang e Lucas, sendo que o último está inativo.  É um projeto semelhante ao Super Junior M, com músicas lançadas em mandarim, inglês e coreano.  

Como o Super Junior revolucionou o k-pop com o sistema de sub-units

Seventeen

Assim como o Super Junior, o Seventeen também foi formado por integrantes com talentos para diferentes áreas musicais e do entretenimento. O grupo da Pledis estreou em 2015 no cenário do k-pop com treze membros, que também são divididos em três units, chamadas de "teams". Esses times se apresentam nos shows do grupo, permitindo que os integrantes possam ter um tempo maior de descanso e troca de roupa entre um bloco de apresentações e outro, conforme se dividem nos palcos. 

  • Team Hip Hop
S.Coups, Wonwoo, Mingyu e Vernon integram essa unit, cujas músicas colocam em ênfase o talento dos membros para o rap.  

  • Team Vocal
Como o nome já sugere, esse é o time formado pelos vocalistas, com músicas mais sentimentais que abrem espaço para suas vozes brilharem. Os membros fixos são Jeonghan, Joshua, Woozi, DK e Seungkwan

  • Team Performance
Já o time de performance traz os principais dançarinos do grupo, com músicas focadas em coreografia e presença de palco. Os integrantes são Jun, Hoshi, The8 e Dino

  • SVT BBS
Seungkwan, DK e Hoshi, membros conhecidos como os comediantes do Seventeen por suas personalidades divertidas, formam o BBS. Aproveitando essas características dos membros, o trio lança músicas divertidas e alto-astral.  

  • SVT Leaders
O trio é formado por S.Coups, Hoshi e Woozi, que são os líderes dos times de hip-hop, performance e vocal, respectivamente. 

Como o Super Junior revolucionou o k-pop com o sistema de sub-units

LOONA

O grupo LOONA teve suas 12 integrantes anunciadas através de um sistema de sub-units e solos que durou dois anos. Essa era uma forma de chamar atenção para as membros de forma mais individual, preparando o terreno para que o grupo já chegasse com um público fiel. As units lançadas foram:

  • 1/3
LOOΠΔ 1/3 foi a primeira sub-unit do grupo feminino, com as integrantes Heejin, Hyunjin, Haseul e Vivi. Yeojin apareceu no comeback, mas não faz parte oficialmente da unit. O conceito é colegial, inocente e refrescante, com um toque de ficção científica. 

  • ODD EYE CIRCLE
LOOΠΔ/ODD EYE CIRCLE, segunda sub-unit, apresentou ao público as integrantes Kim Lip, Jinsoul e Choerry. Seu conceito apresenta garotas românticas, mas cheias de iniciativa.  

  • yyxy
Formada por Yves, Chuu, Go Won e Olivia Hye, yyxy é a terceira sub-unit do LOONA. O grupo também chegou com um conceito colegial e brincalhão, com referências a história bíblica do Jardim do Éden, tentação, medo, liberdade e amor. 

Outras sub-units do K-POP

Hoje em dia, não é raro que grupos de k-pop usem o sistema de units, seja para continuar promovendo o grupo na ausência de integrantes no exército/ocupados com atividades de atuação, seja para explorar talentos dos membros para demais áreas e gêneros. 

Conheça alguns dos principais:


TTS

Taeyeon, Tiffany e Seohyun são as principais vocalistas do Girls' Generation e, em 2012, quando grande parte das integrantes estavam ocupadas com projetos individuais em carreiras de atuação, o TTS nasceu para manter o novo do grupo ativo. Suas músicas possuem um toque retrô, com ênfase nos vocais das integrantes.

Com a saída de Tiffany e Seohyun da SM Entertainment, não é esperado que o TTS tenha um comeback. 


EXO-SC

Conforme os integrantes do EXO começavam a cumprir suas obrigações com o exército coreano, a sub-unit SC uniu alguns de seus membros mais novos, Chanyeol e Sehun, que também são os rappers do grupo. O duo é focado em músicas de hip-hop.


Orange Caramel 

Orange Caramel, formado pelas membros Nana, Lizzy e Raina, chegou a ser tão popular quanto o seu grupo de origem, After School. Enquanto a formação completa carregava conceitos maduros e sensuais, o trio chamava atenção com suas performances divertidas, inspiradas na música trot coreana.


Moonbin & Sanha

Moonbin e Sanha, integrantes do grupo ASTRO, apresentaram juntos o programa Show Champion e sentiram que havia uma grande química entre eles. Assim nasceu a sub-unit da dupla, que promove desde 2020 em meio às atividades do grupo completo.   


Super M 

Super grupo da SM formado por Taemin do SHINee, Baekhyun e Kai do EXO, Taeyong e Mark do NCT 127 e Ten e Lucas do WayV. Tem como objetivo levar o k-pop para o mundo, unindo o melhor de alguns dos principais grupos masculinos da SM Entertainment. Os veteranos do TVXQ e Super Junior, no entanto, ficaram de fora do projeto. 


GOT the beat

Vendido como a versão feminina do Super M, o GOT the beat é formado pela cantora solo BoA, as membros Taeyeon e Hyoyeon do Girls' Generation, Seulgi e Wendy do Red Velvet e Karina e Winter do Aespa. Assim, une as quatro gerações de artistas femininas da SM Entertainment em um único grupo. 

Qual a sua sub-unit preferida do k-pop? Conta nos comentários!

Postar um comentário

0 Comentários

Anúncios 2

Ad Code