Escolha do editor

5/random/post-list

Ad Code

Anúncios

Origem do Tteokbokki: conheça a história do prato coreano

Origem do Tteokbokki: conheça a história do prato coreano

Tteokbokki (떡볶이) é um dois mais típicos pratos da culinária popular coreana. Com suas aparições em k-dramas e realities estrelados por idols de k-pop, o prato ganhou o mundo e já está disponível em restaurantes de diversos países, incluindo o Brasil, comumente encontrado na região do Bom Retiro, em São Paulo. Conheça esse popular prato coreano!

Do que é feito o tteokbokki? 

Feito com garae-tteok, bolos de arroz longos, brancos e cilíndricos, pode apresentar diversas combinações de ingredientes, como eomuk (bolinho de peixe), ovos cozidos e cebolinha, além de um molho que pode ser picante (à base de gochujang, pasta de pimenta) ou não (à base de soja). 

Embora essa seja a combinação mais clássica, há outras versões do tteobokki que tem conquistado o paladar do público, incluindo adaptações com curry, molho rosé, frutos do mar e carne. 

Origem do tteokbokki

O registro mais antigo já encontrado do tteokbokki aparece em Siuijeonseo, um livro de receitas do século XIX. Usando a grafia arcaica steokbokgi (ᄯᅥᆨ복기), o prato era conhecido por vários nomes, como tteokjjim, tteok-japchae e tteok-jeongol. 

A receita incluía o tteok (bolos de arroz), lombo, óleo de gergelim, molho de soja, cebolinha, tripa, pinhão e sementes de gergelim torradas e moídas, com molho de soja feito na sede do clã Papyeong Yun, usando ingredientes apenas de alta qualidade.

A versão apimentada, com gochujang, apareceu pela primeira vez em 1953, quando Ma Bok Lim participou da inauguração de um restaurante sino-coreano e acidentalmente deixou cair tteok em um prato de jajangmyeon, macarrão apimentado com carne de porco e vegetais. O sabor ficou tão bom que ela começou a vender tteokbokki apimentado em Sidang, um sucesso imediato que se transformou na variante mais popular do prato. 

Origem do Tteokbokki: conheça a história do prato coreano

Onde comer tteokbokki? 

Na Coreia do Sul, o tteokbokki é facilmente encontrado em bunsikjip (lanchonetes) e em pojangmacha (barracas de rua). 

Em casa, o preparo pode ser feito usando a massa de arroz já pronta, que é vendida em pacotes em mercados e lojas de conveniência, ou fazer a massa do zero. Quer aprender a fazer? Clique aqui e confira a receita!

Existe, ainda, a versão instantânea do tteokbokki, que vem em um copo e tem preparo semelhante ao do miojo: basta colocar água quente, misturar os temperos e comer.

No Brasil, o tteokbokki pode ser encontrado em restaurantes coreanos, comuns em bairros como o Bom Retiro e Liberdade, em São Paulo. A versão instantânea também pode ser encontrada em mercados étnicos, como o Otugui, ou pela internet. 

Em Sorocaba/SP, você pode encontrar tteokbokki na loja do Restaurante Harapeko, disponível na versão instantânea (em copo) e a massa pronta (para preparo na panela). A loja fica na Rua Cesário Mota, 505 - Centro.

Origem do Tteokbokki: conheça a história do prato coreano

Teokbokki na mídia 

Prato típico da culinária coreana, aparece com frequência em séries, filmes e reality shows coreanos. Assim, ganhou popularidade entre os fãs de k-dramas e k-pop, que ficam com água na boca para experimentar essa iguaria sempre que veem em cena.

O prato também aparece no livro Queria morrer, mas no céu não tem tteokbokki, biografia da escritora Park Se Hee sobre sua luta contra a depressão e o apoio de sua comida preferida.

Clique aqui para ler a obra
Adquirindo o livro pelo link acima você ajuda o blog Elfo Livre sem gastar nada a mais!

Postar um comentário

0 Comentários

Anúncios 2

Ad Code