K-POP: Lançamentos de agosto/2017

by - setembro 01, 2017


Um mês é como uma eternidade quando estamos falando de K-POP. Em apenas 31 dias, muitos grupos podem debutar, voltarem a ativa ou até mesmo dizerem adeus a alguns integrantes queridos, e tudo isso aconteceu durante agosto. Deixando as tristezas de lado, vamos aproveitar esse post para falar sobre os lançamentos musicais do mês. O que será que agosto trouxe de bom - ou de ruim?


Girls' Generation - Holiday e All Night
Primeiramente, as donas da Coreia. Neste mês, Girls' Generation comemorou seu décimo aniversário de debut, sendo um dos poucos girlgroups a conseguirem atingir essa marca, ainda mais com tanto talento e fama envolvidos. As garotas que há anos não sabem o que é floppar lançaram um excelente álbum comemorativo, Holiday Night, com duas faixas principais que foram pobremente promovidas em shows musicais, mas muito vendidas e executadas não só na Coreia, mas ao redor do mundo também - rainhas internacionais, é isso mesmo? Já falei sobre as músicas em um post anterior, veja aqui.


9MUSES - Love City
As mocinhas do 9MUSES também tiveram um post dedicado só para o lançamento de sua nova música, Love City, e se você ainda não viu pode clicar aqui para conferir o texto. Como de costume, a música não foi lá um grande sucesso, mas as garotas conseguiram tirar alguns gritos de fãs durante sua promoção na televisão e em eventos de rua. Pelo visto irei continuar chamando-as de "injustiçadas do k-pop" por um longo tempo, mas saibam que quem está perdendo são vocês.


Sunmi - Gashina
Sunmi é uma grande rainha. Sempre foi maravilhosa, desde quando era conhecida como uma "Wonder Girl", mas confesso que é da sua carreira solo que eu gosto. "24 Hours" e "Full Moon" são verdadeiros hinos atemporais, músicas que você pode ouvir a qualquer momento ou a todo o momento e sempre vai combinar, e nunca vai enjoar. Gashina é exatamente isso, mas com uma pegada mais animada que as anteriores, com um beat drop que me fez morder a língua por dias atrás dizer que não gosto de refrões instrumentais. Com uma letra maravilhosa e uma coreografia simples, porém cheia de caras e bocas, Sunmi mostra que panela velha é que faz comida boa.


Golden Child - DamDaDi
Finalmente o Golden Child debutou! Os meninos agora são oficialmente parte da Woollim Family, ao lado de Infinite e Lovelyz, e tiveram sua estreia nessa semana com a faixa extremamente feliz, colorida e cheia de "Block B vibes" intitulada DamDaDi. Dançantes, divertidos e fofos, os meninos parecem ter uma receita a base de carisma para conquistar o público, agora nos resta esperar para ver se serão bem sucedidos ou não. PS: Desde 2012 esperava pelo debut de Daeyeol, irmão de Sungyeol (Infinite). Estou me sentindo uma mãe orgulhosa vendo seu filho realizar um sonho.


Pristin - We Like
Antes de debutarem, estava tão ansiosa que fiz até um post sobre as meninas aqui no blog, mas Pristin me decepcionou muito em sua estreia. Conseguiram, entretanto, recuperar minha atenção com We Like. Ok, não gostei da primeira vez que ouvi. Mas é aquele tipo de música que gruda na sua cabeça e começa a crescer dentro de você até te fazer assumir que é uma música boa. Cheia de "dududududu" e alguns versos perdidos em inglês, as garotas da Pledis entregaram um bom trabalho para a faixa principal do seu segundo mini álbum e vale a pena manter um olho colado no grupo, elas possuem muito potencial que ainda não foi exibido.


Winner - Island
Podem chorar a vontade no meu ouvido dizendo que a faixa principal deste comeback do Winner é "Love Me Love Me" que eu já estou careca de saber, mas quem é essa música na fila do pão quando temos a maravilhosa e semi-esquecida Island que, pelo menos para mim, é muito superior? Não sou lá fã do Winner, sequer sei o nome dos rapazes ou gosto tanto assim de suas músicas. Até o momento Really Really era a minha única exceção, mas Island chegou para me fazer por morder a língua e começar a prestar um pouco mais de atenção no grupo. A música é tão verão que até dói, mas é ótima.



Weki Meki - I Don't Like Your Girlfriend
Outro debut que estava esperando e finalmente chegou! WekiMeki é o grupo das ex-IOI Yoojung e Doyeon, produzidas pela Fantagio (espero que não coloquem meu Hello Venus no porão). Nem gostei tanto assim da música e, quando a ouço, só consigo pensar na Avril Lavigne de 2007, mas para um MV de estreia elas fizeram um ótimo trabalho, apostando em uma estética extremamente colorida, porém que ainda consegue ser atrativo aos olhos. 


Good Day - Rolly
Por outro lado, esse debut que eu nem sabia da existência até receber o link para o seu MV me conquistou muito mais. A música foge do clichezão "oppa, me ame, estou morrendo por você" e ataca para um lado mais "eu sei que eu sou linda, que você me ama e que sente minha falta, então me abraça logo que eu tô querendo" que, pelo amor, é ótimo. O clipe é simples e pastel, exatamente do jeito que eu gosto, e as meninas acabam ganhando destaque em meio aos cenários clichês por sua fonte ilimitada de carisma e beleza. Fama não é tudo nessa vida, quando se há qualidade envolvida. E falando em fama, aliás, contaram com a participação click-bait de um integrante do Wanna One que era trainee da mesma empresa que elas. Espertinhas. 


Henry - That One
o Super Junior já está inativo, imagine então o Super Junior M. Mas, para Henry, isso não é motivo para ficar sentado no sofá o dia inteiro esperando alguma oportunidade de aparecer. O garoto está com a sua carreira solo a mil, atacando em um estilo bem americanizado que combina muito com ele, talvez até mais que o k-pop. Para sua música mais recente, That One, apostou em uma letra completamente em inglês e um clipe bem a la Justin Bieber, com um cenário escuro, uns passinhos bem swag e uma mulher bonita dançando exibidamente passos que nós, meras mortais, nunca seríamos capazes de reproduzir. A vibe da música em si também me lembra um pouco de JB, mas talvez um pouco mais de Drake, Usher ou algo do tipo. Ela é bem tediosa da primeira vez que se escuta, mas até o fim da música chegar você já está viciado nela. 


Wanna One - Energetic, Burn it Up e My Baby
Ah, Wanna One, os queridinhos da nação Wanna One. Como um programa de televisão faz bem para os artistas, né? Assim como gostei de acompanhar IOI, estou mantendo os olhos bem colados em sua versão masculina que, até o momento, não me decepcionou nem um tiquinho - tirando na escolha da formação, pois tiraria fácil alguns garotos só para poder ter Jonghyun, Dongho e Minki ao lado do único sobrevivente, Minhyun. Entre as três músicas lançadas ao longo de agosto, a que mais gostei de longe é Burn it Up, que traz uma pegada mais semelhante ao estilo que era tendência entre os boygroups lá pra 2010. As outras duas também são boas, mas nada supera o sentimento de nostalgia que Burn it Up me trouxe.


HyunA - Babe
Confesso que estou muito em dúvida com essa música nova da Hyuna. Não achei Babe ruim, mas também me recuso a dizer que é boa. O refrão gruda na cabeça e me faz querer imitar os passinhos dela e de suas dançarinas, mas o restante não me agrada em nada. Seria injusto deixar uma música com um refrão bom no amontoado de músicas razoáveis que vem no parágrafo seguinte, e só por isso dou esse destaque a essa música. Fãs da Hyuna que me desculpem, mas esses dois últimos comebacks dela não chegam nem aos pés da era Change-Roll Deep. 


O debut da sub-unit do Gugudan, OGUOGU, não é ruim, mas falta alguma coisa nesse Ice Chu. Meu inconsciente deve ter alguma coisa contra Gugudan, porque sinto isso toda vez que ouço alguma música delas - exceto A Girl Like Me, que é ótima e eu confesso. Acho que o mesmo comentário é válido para Momoland com Freeze, acho as integrantes ótimas, mas as músicas não funcionam para mim. CLC teve um post dedicado só para Where Are You?, mas tornou-se uma faixa esquecível depois de outros lançamentos melhores. O La La La do Babylon também é legal, mas acaba valendo mais pela participação da Chungha. Não vai demorar para essa garota se tornar uma diva efetiva. Jessica, entretanto, se consegui ouvir Summer Storm uma vez foi muito. E pensar que ela já foi minha ultimate.


Para a seleção dos machos, vai rolar a Love Me Love Me do Winner que já comentei brevemente lá em cima: é boa, mas apagável pela qualidade superior de Island. Logo no primeiro dia do mês, rolou o debut do ONF com a faixa ON/OFF (quanta criatividade) que é muito boa e me fez ouvir várias vezes na semana do seu lançamento, mas que por algum motivo eu esqueci ao longo do mês e só voltei a lembrar para esse post. Para um debut foi ótimo e já estou ansiosa para o comeback dos meninos, acho que eles ainda irão crescer em mim. Ao contrário do VIXX LR, que eu não gostei mesmo. Nem consegui ouvir Whisper inteira.


The Rose para mim foi uma surpresa, estou adorando a tendência de bandas que está emergindo do K-POP e, como boa fã de CNBLUE que sou, acabo ouvindo tudo e gostando de tudo. Sorry é muito boa, e como só conheci hoje ainda não posso dizer se vou me viciar ou não, mas já adianto que estou oficialmente de olho neste novo quarteto. Mudando de assunto, sou da época que o Samuel ainda treinava para debutar no Seventeen e fiquei boladíssima quando ele deixou a gravadora, mas não consegui torcer por ele no Produce 101 por só ter olhos para o NU'EST. Com a estreia de Sixteen, senti uma pegada bem "1-4-3" do Henry, mas que não gostei tanto quanto esperava.

Qual foi a sua faixa preferida de agosto?

Veja também:

6 comentários

  1. Eu não ia comentar mas eu queria fazer uma (talvez) correção, a música das Gugudan a que te estás a referir não é "A Girl Like Me"? (Podes eliminar o comentário depois)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, pensei em uma coisa e digitei outra. Obrigada pela correção!

      Excluir
  2. Não consigo escolher uma preferida mas, se for considerar o álbum todo, meu voto vai pro míni álbum do ONF. Não consigo escolher uma preferida daquele álbum, tanto é que me fez comprar im álbum de debut pela primeira vez. Ansiosa pelo cb, mas quero cb da I primeiro (alô, WM!).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar do Girls' Generation ser meu grupo ultimate, meu comeback preferido desse mês provavelmente foi a da Sunmi, com Gashina. Que música maravilhosa! Quanto aos ONF, esses garotos têm potencial para serem grandes, já estou ansiosa para ver os próximos lançamentos deles.

      Excluir
  3. Infelizmente não tenho conseguido acompanhar os lançamentos. É muita música nova para pouco tempo. Eu só tenho visto as coisas dos meus grupos favoritos, de vez em quando. Mas é bom ver vários lançamentos reunidos Assim, assim que possível darei uma pesquisada nos títulos que você citou !
    Acho bem legal como você dá sua opinião sem desmerecer ninguém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Acho importante respeitar todos os artistas - gostando ou não de seus trabalhos, se debutaram é porque são dignos da oportunidade e tem quem goste.

      Excluir