Um Lugar Só Nosso: um livro sobre identidade, K-POP e romance | Resenha

by - 11 abril


A Editora Seguinte trouxe para o Brasil neste começo de 2020 o livro Um Lugar Só Nosso (Somewhere Only We Know) de Maurene Goo, com tradução de Lígia Azevedo e nova capa inédita, exclusiva do mercado brasileiro, com arte de Tamires Cordeiro.

O Young Adult é recomendado principalmente para os fãs de K-POP ou de uma boa aventura de romance expresso que promete mudar para sempre a vida dos protagonistas — e também dos leitores —, ao estilo O Sol Também é Uma Estrela, de Nicola Yoon.

Na trama, Lucky é uma jovem coreana-americana e a mais popular estrela do K-POP, prestes a estrear nos Estados Unidos. Apesar de tudo isso ser a realização de um sonho de infância, o cansaço da vida de idol fez com que o verdadeiro significado de seu amor pela música desaparecesse. Para reencontrá-lo se perderá em Hong Kong, última passagem de sua tour atual.

No caminho conhece Jack, também coreano-americano e muito lindo, que a guia em um passeio quase romântico pelas principais paisagens e pontos turísticos da cidade. O que Lucky não sabe é que o rapaz é um paparazzi desesperado por um furo que pode salvar sua carreira — ao mesmo tempo em que termina com a dela.

"Durante um fim de semana em que fingem ser outras pessoas, Lucky e Jack vão viver um romance digno de uma canção de sucesso", diz a contra-capa do livro, destacando a grande mensagem do livro: é no fingimento que os personagens encontrarão sua verdade

Por conta dessa rede de mentiras, em certo ponto da obra torna-se difícil torcer pela felicidade de Jack, pois esta pode comprometer a de Lucky, cuja narrativa acaba se tornando mais cativante para o leitor. Entretanto, Um Lugar Só Nosso é cheio de reviravoltas típicas de um k-drama, elevando a tensão (e perfeição) da obra a cada novo capítulo.


Ao intercalar seus locutores, o livro nos permite conhecer os anseios inseguranças de ambos Lucky e Jack, tal como a ressignificação de seus propósitos que se dá ao decorrer da narrativa, conforme conhecem melhor um ao outro e, também, a medida em que se deixam serem conhecidos. Em único dia juntos, vivem experiências que os mudará definitivamente. 

Pelas palavras de Maurene Goo podemos conhecer, ainda, as belíssimas paisagens da movimentada Hong Kong, que nos leva a uma verdadeira viagem cultural e gastronômica pelos olhos (e estômagos) dos protagonistas. Seria pedir demais um filme de Um Lugar Só Nosso

Pelo aspecto do K-POP, não falha ao mostrar o lado falho da indústria, que robotiza artistas (mais comumente chamados de idols) ao ponto dos próprios não mais reconhecerem suas verdadeiras personalidades e gostos, pois nada disso importa frente à imagem de perfeição que precisam passar para o seu público. Independente da dor que as botas de salto agulha causem não só nos pés, mas metaforicamente no coração. 

Com muita representatividade e uma história para lá de empolgante, Um Lugar Só Nosso é o lançamento que não pode faltar na sua estante, física ou virtual. Entregue-se ao amor e a música (e ao amor pela música!) neste romance YA que já está conquistando leitores em todo o mundo.


Comprando pelo link acima você estará ajudando o Elfo Livre.

Veja também:

0 comentários