Eleanor & Park é republicado no Brasil com nova tradução

by - 18 junho


Eleanor & Park, de Rainbow Rowell, volta às prateleiras brasileiras com nova edição, agora publicado pela Editora Seguinte. O relançamento conta ainda com uma nova tradução, por Lígia Azevedo, e um postal exclusivo com arte de Irena Freitas para aqueles que adquirirem a obra na pré-venda

Sinopse do livro

"Eleanor é nova na cidade. Com roupas inusitadas, cachos ruivos indomáveis e uma família problemática, ela sente que nunca vai conseguir se encaixar. Park senta sozinho no ônibus da escola. Sempre de camiseta preta, fones de ouvido e a cabeça enfiada num livro, acha que consegue passar despercebido. Mas não para Eleanor.

Aos poucos, entre fitas cassetes gravadas, pilhas de histórias em quadrinhos e conversas até tarde da noite, Eleanor e Park se apaixonam. Narrada durante o ano letivo de 1986, essa é a história de dois jovens de dezesseis anos que, mesmo sabendo que o primeiro amor quase nunca é para sempre, têm coragem e esperança suficientes para tentar."

Confira também a capa completa da nova edição, que ganha agora a cor amarela:


Polêmicas da obra

Apesar do livro ser muito querido entre os brasileiros, no cenário internacional, principalmente, o texto foi muito criticado pelas descrições de Park, colocando o personagem de ascendência coreana como um ser exótico para Eleanor que, mesmo na primeira tradução brasileira, ainda pela Editora Novo Séuclo, trazia termos pejorativos como "mestiço" para se referir ao rapaz.

Com a nova edição ainda em pré-venda, não se sabe como as questões serão abordadas na tradução inédita — que mesmo se optar por "diminuir" esses problemas, não o retirarão de jogo, pois continuam existindo na obra original.

Rainbow Rowell já comentou sobre o motivo de ter escolhido um protagonista coreano ("porque eu acho que deveriam ter mais personagens asian-americans em YAs, especialmente garotos", em suas próprias palavras), mas até o momento não se pronunciou sobre as alegações de racismo em Eleanor & Park


Adaptação cinematográfica

Originalmente publicado em 2012, o livro voltou a ser comentado recentemente devido às notícias de uma adaptação cinematográfica que está a caminho.

Segundo informações, o roteiro está sendo escrito pela própria autora do livro, que também será a produtora executiva da adaptação. Rowell comenta: "Este livro está muito próximo do meu coração e sempre me senti muito cautelosa em adaptá-lo, mas todos na Picturestart e na Plan B têm tanto respeito pela história e pelos personagens. Eu realmente acho que não encontraria um grupo melhor de pessoas em quem confiar em Park e Eleanor - e mal posso esperar para ver este projeto ganhar vida".

Elenco e previsão de estreia para o longa-metragem ainda não foram informados. Já a nova edição do livro será lançada em 29 de junho 2020 pela Amazon, conforme informações no próprio site da pré-venda. 

Ao comprar pelo link acima você apoia o blog Elfo Livre.

Veja também:

0 comentários