BLACKPINK é a revolução: conheça a biografia Rainhas do K-POP

by - 19 julho


BLACKPINK é a revolução: mesmo com somente quatro anos de existência, o grupo já conquistou seu espaço no k-pop, quebrando recordes incríveis e criando seus próprios com extraordinários nas principais paradas musicais mundiais e nas plataformas de streaming, com seus vídeos que arrastam 86 milhões de pessoas somente nas primeiras 24 horas do lançamento, tal como How You Like That

Acha pouco? Então você precisa ler a biografia Rainhas do K-POP, que mostra como os feitos do grupo vão muito além de números fantásticos, mas de um verdadeiro impacto e revolução que o BLACKPINK está deixando em toda a indústria musical não só coreana, mas mundial


A obra é de Helen Brown, que já havia lançado BTS – Reis do K-POP, que chega ao Brasil novamente com tradução de Luiza Marcondes e publicação pela Astral Cultural. Trata-se de uma biografia não-oficial que tem como objetivo apresentar a carreira do BLACKPINK e detalhes sobre a vida de suas quatro integrantes, tanto para quem já é blink quanto para quem está chegando agora e quer saber tudo sobre o girlgroup do momento. 

Confira a sinopse:
Com ritmos capazes de fazer qualquer um sair dançando, o BLACKPINK mostra que é mais do que um simples girlgroup com rostinhos bonitos e passos milimetricamente ensaiados. Cheias de personalidade e muito carisma, Jisoo, Jennie, Rosé e Lisa cantam, dançam, tocam instrumentos e quebram barreiras multiculturais: elas conquistam paradas musicais de sucesso, fazem apresentações perfeitas ao redor do mundo e superam recordes pela internet com seus MVs e suas músicas. Em BLACKPINK – Rainhas do K-pop, você descobre como surgiu a paixão pela música, como as famílias reagiram ao saber do interesse artístico das garotas, a rotina de beleza delas e percebe que, antes de alcançarem o estrelato e darem a volta ao mundo, elas também precisaram passar por audições e todo o processo de ser uma trainee dentro da YG Entertainment, a mesma responsável por fenômenos como 2NE1 e BIGBANG.
Como a própria sinopse já explana, o livro aborda desde o período de treinamento do grupo até suas mais recentes conquistas, com última atualização em maio de 2020 – e que por pouco não pegou o lançamento de Sour Candy ou How You Like That, mas quem sabe em uma segunda edição?


Apesar de compreender o grupo como um quarteto que se completa, respeita ainda as individualidades das quatro integrantes, enaltecidas em capítulos próprios que enfatizam o como elas podem ser diferentes, mas ao mesmo tempo combinarem perfeitamente bem juntas. O poder do BLACK e do PINK que só existe quando as duas cores estão juntas, não brigando entre si, mas aumentando o brilho uma da outra.  

Sente-se, do começo ao fim do livro, todo o cuidado, pesquisa e respeito para contar uma história de tanta importância para o cenário do k-pop e, embora os fãs mais antigos do gênero possam ficar intrigados com o título de "rainhas" aplicado a um grupo tão novo, Brown prova que, apesar do pouco tempo de existência, já é comprovado o mérito do BLACKPINK – e que isso jamais seria sinal de desrespeito àquelas que abriram as portas para elas, mas sim de prestigiar a magnitude de sua reputação.


A obra relembra as revistas Capricho ou Toda Teen ao inserir pequenos testes para entreter os fãs ao longo de suas páginas: uma oportunidade de brincar ao mesmo tempo em que aprende mais e testa os seus conhecimentos sobre o BLACKPINK, com resultados que podem ser conferidos ao fim do livro que conta ainda com uma diagramação impecável que enfatiza o contraste harmonioso entre o preto e rosa, além de trazer fotos em altíssima qualidade das integrantes. Todo blink vai querer essa obra de arte em sua estante! 

Ao comprar pelo link acima você apoia o blog Elfo Livre ❤

Veja também:

0 comentários