Red Velvet: 6 MVs para comemorar os 6 anos do girlgroup

by - 31 julho


O tempo voa: há exatos seis anos, em 01 de agosto de 2020, segundo o fuso horário sul-coreano, o grupo Red Velvet se lançava no cenário do k-pop. Originalmente formato por Irene, Seulgi, Wendy e Joy, ficou completo no ano seguinte ao receber Yeri de braços abertos e, hoje, o grupo é facilmente listado como um dos mais influentes não só da atual música pop coreana, mas de toda a história do estilo.

O quinteto trabalha com uma forte dualidade que, a cada comeback, busca enfatizar ou o lado red (colorido, animado) ou o velvet (maduro, sensual) das integrantes — e por mais que cada fã até tenha o seu conceito preferido, é impossível não curtir o som de ambos, que comprovam toda a versatilidade dessas jovens e talentosas artistas.

Para comemorar esse aniversário, confira seis MVs do Red Velvet — um para cada ano de existência do grupo: 


Happiness (2014)

O começo de um sonho! Talvez o único defeito da era Happiness seja a ausência de Yeri (já a imaginou com um ombré lilás?), mas a música otimista chegou com tudo para levantar os ânimos na SM Entertainment que, naquela época, estava enfrentando uma de suas piores crises.

Os fãs internacionais amaram o grupo e levou o single à quarta posição do Billboard World Digital Songs. Na Coreia também foi sucesso, e o Red Velvet conquistou alguns prêmios de Rookie do Ano, que elege os melhores artistas novatos do k-pop. 


Ice Cream Cake (2015)

Se o primeiro ano já foi muito bom para o grupo, em 2015 as coisas ficam ainda melhores e dão um novo passo na sua jornada rumo ao reconhecimento como um dos maiores girlgroups do k-pop: a adesão de uma nova integrante. Yeri não foi muito bem aceita logo de cara, mas viria a conquistar o coração do público logo em seguida com seu carisma e talento.

Ice Cream Cake marcou ainda a primeira vitória do Red Velvet em um programa musical semanal, que ocorreu no dia 27 de março durante o Music Bank. O visual de gêmeas loiras (embora o tom de Joy se pareça mais com um ruivo claro) foi outra marcante era capilar para o grupo. 


Russian Roulette (2016)

A música é incrível, mas o grande destaque dessa era é, sem dúvida, seu MV. Com uma música que poderia ser trilha sonora do game Cuphead, o vídeo foi inspirado pelo mesmo conceito das primeiras animações da história do audiovisual, bem violentas e caricatas.

Mas não se engane pela sonoridade fofa e os tons pastel: no maior estilo Tom & Jerry, as integrantes buscam matar umas as outras no vídeo, que mistura live-action, animação e CGI. A música ficou em #2 nos charts da GaOn, tal como seu lançamento anterior, Dumb Dumb — que não entrou para o texto mas vale a pena ser aclamado. 


Rookie (2017)

2017 foi um ano e tanto para o Red Velvet, sendo um dos mais impressionantes em sua carreira por quebrar marcas lendárias: Rookie, lançada em janeiro, trouxe ao grupo um total de 9 vitórias em shows musicais, um recorde para o quinteto na época. A música foi muito aclamada entre os coreanos, mas divergiu os fãs internacionais por ser fofa para além dos gostos ocidentais — mas é inegavelmente um dos maiores sucessos do grupo.

Para não passar batido, foi com Red Flavor, o hino do verão de 2017, que o Red Velvet conquista seu primeiro #1 no Gaon Digital Chart e deu início a tradição anual dos retornos do grupo durante a estação, seguida por Power Up (2018), que quebrou o recorde de Rookie ao conquistar 10 vitórias nos shows musicais, e Zimzalabim (2019), que integrou a maior trilogia do quinteto.


Bad Boy (2018)

O auge dos fãs internacionais: o público ocidental já tinha gostado de Peek-A-Boo (2017), Bad Boy veio como um presente aos ReVeluvs e, ao mesmo tempo, a possibilidade de levar o Red Velvet de vez para o mercado internacional, tanto que até uma versão em inglês da música foi posteriormente lançada e performada durante sua passagem pelos Estados Unidos. Há quem chame os fãs dessa era de "viúvos", mas a verdade é que Bad Boy serviu demais para ser superada tão facilmente.

Com uma letra de não se deixar cair nos joguinhos de um cara malvado, as integrantes jogam com a mesma moeda e dão um show de girl power com alguns dos visuais mais belos e maduros de suas carreiras: não é a toa que se trata do MV mais visto do Red Velvet no YouTube, chegando em breve às 300 milhões de visualizações. 


Psycho (2019)

A mais recente title do grupo foi ainda um dos maiores atos da carreira do Red Velvet: A música já está há 31 semanas nos charts do MelOn e parece longe de se despedir da sua estabilidade, além de ser uma forte concorrente para os prêmios de Música do Ano quando os eventos começarem a surgir.

Novamente enfatizando o lado Velvet, trouxe um clipe enigmático que facilmente entra para a lista das melhores produções do k-pop. A coreografia também é uma das mais complexas da carreira do grupo e foi criada por Bailey Sok, uma californiana de apenas 15 anos, mas que já está escrevendo sua história ao participar ativamente deste hino do RV. 


O ano de 2020 ainda não nos propiciou um comeback do grupo: a integrante Wendy ainda está se recuperando de um terrível acidente que aconteceu no fim do ano e, enquanto isso, o grupo segue com seu nome na mídia por meio de promoções individuais e do recém-lançado dueto Irene & Seulgi. Quando Wendy estiver pronta para retornar às atividades, o mundo que se prepare para a dominação do Red Velvet! 

Veja também:

6 comentários

  1. Juro que não conhecia, abri todos os vídeos aqui.
    Beijinhos ;*
    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elas são incríveis, Alanna! Tenho certeza que vai gostar.

      Excluir
  2. Olá Karol! Incrível como o tempo passa rápido, até hoje me lembro do lançamento de Happines. E concordo com vc Psycho foi um dos maiores atos da carreira das meninas.

    https://www.johnhyun127.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!

      Happiness marcou demais, foi um dos debuts mais incríveis do k-pop. A música é muito boa para um grupo rookie e desde cedo as meninas mostraram a que vieram! Fico feliz que elas estejam crescendo cada vez mais.

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Karol!

    Eu conhecia as meninas do Red velvet desde o momento que anunciaram o debut do grupo, mas foi só no fim do ano passado que comecei a ouvir as músicas delas de verdade, e passei a gostar de várias (mesmo tendo ouvido somente as músicas com clipes lançados). Elas são todas muito talentosas e admiráveis, especialmente a Seulgi e a Irene que, particularmente, são minhas favoritas. Inclusive adorei o fato delas terem feito um debut como um dueto - só não curti tanto a Monster, o que foi uma pena hahah. Porém ainda estou pra ouvir o mini-álbum inteiro e descobrir se gosto das outras canções.
    Dentre todas as músicas que você sugeriu no post, Bad Boy e Psycho são algumas das que mais gosto de ouvir - principalmente Psycho, que tem um clipe e coreografia sensacionais, né? Que impressionante saber que foi coreografado por uma jovem dançarina de 15 anos.

    Adorei o post! Abraços.
    https://oblogtrivia.blogspot.com

    ResponderExcluir