Brave Girls: a história do girlgroup que escapou do disband

by - 26 março

https://twitter.com/SinegaliKing/status/1373095088579096580

Nos últimos dias fomos todos surpreendidos com o super-hit do Brave Girls, grupo que estava prestes a dar disband mas foi salvo pelo repentino viral de Rollin', música lançada em 2017. Para entender o motivo desse hit e de como Rollin' é mais do que um simples viral, confira o material preparado pelo Elfo Livre neste texto — ou no vídeo abaixo:

 
Voltamos então ao ano de 2011, quando o grupo estreou na Brave Entertainment com a música Do You Know. O grupo era na época um quinteto formado por Yoojin, Seoa, Yejin, Eunyoung e Hyeran, e já adianto que nenhuma dessas integrantes faz parte da atual formação do Brave Girls, mas a gente já chega lá.

De 2011 a 2014, o quinteto continuou lançado músicas que até chegaram a chartear e a aparecer nas pesquisas das principais plataformas de busca da Coreia, mas que financeiramente renderam a elas pouquíssimos resultados.

A Brave Entertainment é administrada pelo Brave Brothers, um dos produtores mais populares da Coreia do Sul e responsável por sucessos de grupos como AOA, Sistar, After School e 4minute. Entretanto, em vez de continuar investindo em seu próprio grupo e usando seu repertório para criar músicas com potencial de aumentar o sucesso do Brave Girls, ele preferiu deixar as meninas no porão por dois anos, de 2014 a 2016, enquanto focava em seu trabalho com artistas de outras agências, que era o que estava dando dinheiro para ele. 

Neste período de hiatus o Brave Girls foi reformulado: três das garotas originais deixaram o grupo e foram substituídas por outras cinco meninas


Dessa forma, Yoojin e Hyeran, que foram as que sobraram, contavam agora com Hayun, Minyoung, Yujeong, Eunji e Yuna como suas novas colegas de grupo e finalmente deram um fim a seu hiatus com o lançamento de Deepened, em fevereiro de 2016. A formação se manteve para High Heels e Yoo-hoo, que foram lançadas ainda naquele ano, o mais movimentado da carreira do grupo até então.

As coisas pareciam começar a ir bem para o Brave Girls, mas no início de 2017 as duas únicas integrantes originais restantes deixaram o grupo. Em março do mesmo anos as então cinco integrantes, todas já dessa nova formação, lançaram a música Rollin', que não foi nada bem com o público coreano que já estava saturado de conceitos sexy.

As meninas nem imaginavam, mas começava ali a história do sucesso do Brave Girls, que veio a despontar somente em março de 2021, quatro anos mais tarde.

Ainda naquela época o Brave Girls não tinha muito dinheiro, tampouco apoio da sua empresa para lançar vários comebacks na tentativa de que um deles desse certo. A única forma que elas então encontraram de se promover foi participando de concertos no exército.

Esse tipo de atividade não é muito benéfica para os idols, já que o exército paga pouco por performance e os centros de treinamento ficam muito longe da urbanização coreana, sendo necessário horas de viagem de carro para fazer uma apresentação que não trará nenhum tipo de retorno financeiro significante para o grupo.

O objetivo desses shows no exército é de levar um pouco de entretenimento, animação e força para os militares que trabalham duro para cumprir com suas obrigações com o país. Como público, eles recebiam todos os artistas de braços abertos, independente de serem grupos flops como o Brave Girls ou artistas mais populares que eventualmente se apresentavam para eles. 


Em entrevista recente, as meninas revelaram que chegaram a participar de mais de 100 desses eventos. Nem todos foram gravados, transmitidos na televisão ou veiculados pela internet, mas os que podemos encontrar mostram como, apesar dos poucos benefícios desse tipo de apresentação, elas davam o melhor de si nos palcos, sempre com um sorriso no rosto.

Toda a sensualidade das coreografias e o carisma das integrantes do Brave Girls caiu no gosto dos militares coreanos, que ficavam eufóricos durante suas apresentações e até aprendiam o fanchant das músicas para apoiá-las ao vivo. Não é exagero dizer que o exército coreano foi o maior fandom do Brave Girls ao longo desses quatro últimos anos.

Entretanto, fora dos palcos das forças armadas, as garotas continuavam lutando para conquistar o público. Yujeong, Eunji e Yuna tentaram a sorte no programa The Unit, que visava dar uma nova oportunidade de debut para artistas flops, mas elas não tiveram sucesso: Eunji foi eliminada em #45, Yujeong ficou até a semana seguinte para sair em #37, enquanto Yuna sequer passou nas audições iniciais.

Em 2018 Hayun entrou em hiatus para cuidar de sua saúde, e o Brave Girls continuou promovendo no exército como um quarteto. Naquele ano elas chegaram a lançar uma nova versão de Rollin', remixada para o verão, que nem chegou a ser promovida. Era só um presentinho para os fãs. Já sem grandes expectativas de comeback, foi oficializada no início de 2019 a saída de Hayun do grupo, chegando então à atual formação do Brave Girls. 

Em 21 de julho de 2020 a líder do grupo, Minyoung, anunciou que o Brave Girls estava se preparando para o lançamento de um novo single. We Ride chegou às plataformas de streaming em agosto, mas como já descostume não recebeu a merecida atenção do público, passando despercebida pela maioria dos ouvintes de k-pop. 


Após o fim das atividades de We Ride, fãs chegaram a perguntar pra integrante Yuna em seu perfil no Instagram se o grupo tinha intenções de lançar um novo álbum em breve, ao qual ela respondeu apenas com uma carinha triste, indicando que as coisas não iam nada bem para o Brave Girls. Para piorar a situação, a Brave Entertainemnt anunciou que não daria um comeback para as meninas em 2021.

Ficamos sabendo há poucos dias que em fevereiro as garotas se reuniram e, após uma conversa sincera, elas decidiram que conversariam com sua empresa para desistir do Brave Girls. Elas deixaram o dormitório e já estavam se preparando para anunciar o disband do grupo quando uns dois dias depois dessa conversa a faixa Rollin' começou a subir nos charts coreanos.

O motivo desse hit veio de um stage mix comentado que foi publicado pelo VIDITOR, um usuário do YouTube que já era conhecido por fazer esse tipo de montagem. O vídeo reúne muitas das performances das meninas no exército e na televisão coreana, com comentários que enaltecem o carisma e esforço do Brave Girls por terem passado quatro anos performando a mesma música com a mesma energia. 

O público geral coreano não tinha conhecimento de tudo o que o Brave Girls fazia pelo exército de seu país e de como elas eram extremamente dedicadas em suas apresentações, e o vídeo rapidamente viralizou na Coreia do Sul. 


O efeito desse viral foi inevitável: com o público geral deitando para o Brave Girls, a faixa Rollin' começou a subir nos charts, superando as posições até mesmo artistas extremamente populares no país, como IU, BTS e Rosé. Os números são 100% orgânicos, originários de um público interessado em descobrir quem são essas quatro garotas sorridentes.

Rollin' chegou ao topo de todas as paradas coreanas, conquistando mais de 200 PAKs e se tornando o girl group recordista em toda a história do k-pop. Outras faixas do grupo, como We Ride e High Heels, também começaram a subir, demonstrando ainda que o público gostou tanto do Brave Girls que resolveu conhecer outras músicas delas. Momento perfeito para um comeback, né?

Como resultado, as meninas foram convidadas a participar dos programas musicais semanais e no último domingo, 14 de março, conquistaram o seu tão sonhado primeiro troféu. Essa foi a primeira vitória do Brave Girls em toda a história do grupo, e essa recompensa por seu esforço emocionou até mesmo quem não é fã das meninas.

Brave Girls: a história do girlgroup que escapou do disband

Até o momento elas já conquistaram seis troféus e as promoções de Rollin' ainda devem continuar pelas próximas semanas, enquanto o grupo também grava inúmeras entrevistas e participações em programas de televisão extremamente populares, como o Running Man

Para um grupo estava prestes a anunciar seu disband, as coisas com certeza mudaram: foi anunciado que as meninas farão um comeback de verão, aguardado para o meio do ano. Isso é uma reviravolta total em sua carreira, já que poucas semanas antes havíamos sido informados de que o grupo não lançaria mais nada em 2021 e seu fim estava batendo na porta.

As integrantes do Brave Girls estão animadas e dando o melhor de si em todas as suas novas atividades. O visual de Rollin' também foi repaginado para essa nova fase d grupo, deixando as roupas pretas e sensuais darem espaço a figurinos coloridos e refrescantes que combinam com a imagem de "rainhas do verão" que o Brave Girls quer passar. Algumas das apresentações também contaram com figurinos especiais em homenagem aos militares, aos policiais e à marinha, seus fãs de longa data.

Tudo o que podemos fazer nesse momento é apoiar as meninas e torcer para que este comeback delas seja tão bem-sucedido quanto Rollin', e que o grupo ainda possa viver muitos anos de sucesso, como merecem.

Veja também:

0 comentários