Heartstopper: curiosidades sobre a série LGBTQIA+ da Netflix

27 abril

Heartstopper: curiosidades sobre a série LGBTQIA+ da Netflix

A primeira temporada de Heartstopper já está entre nós! A nova série LGBTQIA+ da Netflix, inspirada nas graphic novels de Alice Oseman, publicadas no Brasil pela Editora Seguinte, chegou ao catálogo da plataforma de streaming em abril de 2022 e já conquistou grandes números ao redor do mundo com sua história fofa, elenco que saiu direto das páginas das HQs e uma direção incrível.

Na trama, Charlie e Nick são garotos completamente diferentes, mas que se apaixonam. Enquanto Charlie já é assumidamente gay, Nick está descobrindo sua sexualidade enquanto se aproxima do rapaz, em uma grande jornada pelo mundo do autoconhecimento. 

Confira algumas curiosidades sobre Heartstopper:

1. Alice Oseman, autora da graphic novel, faz uma participação especial no episódio 8 da primeira temporada.

2. A equipe de Heartstopper queria uma atriz famosa para interpretar Sarah, mãe de Nick, e logo pensaram em Olivia Colman. Eles não achavam que ela ia aceitar, mas ela topou a proposta e disponibilizou dois dias de sua agenda para gravar sua parte.

Heartstopper: curiosidades sobre a série LGBTQIA+ da Netflix

3. Olivia Colman não havia sido anunciada como parte do elenco: sua participação foi uma surpresa aos espectadores.

4. A série foi filmada na Inglaterra, mais especificamente em Herne Bay, uma cidade litorânea. 

5. Heartstopper é inspirada nas próprias vivências de Alice Oseman como uma pessoa queer: "Muito de Heartstopper vem da minha própria vida – eu também fui para uma escola de ensino fundamental para um único sexo em uma cidade conservadora no sudeste da Inglaterra, e o mundo de Heartstopper e as pessoas nele são todas inspiradas por como era a vida lá."

6. Heartstopper está inserida no mesmo universo que outras obras de Alice Oseman. A história é ambientada 8 meses antes dos eventos de Um Ano Solitário (Solitaire), que é protagoniza\do pela Tori Spring, irmã do Charlie. 


7. O livro Rádio Silêncio também tem ligação com Heartstopper, já que conta a história do personagem Aled. Inclusive, foi por isso que Aled foi substituído na série da Netflix por Isaac, a fim de não roubar o protagonismo de Charlie e Nick. 

8. A autora foi encorajada a escrever o roteiro da série. "Eles me pediram para tentar escrever os três primeiros episódios, porque eu nunca tinha feito nenhum roteiro antes, e eu poderia ter sido terrível e nesse caso eles teriam que encontrar outra pessoa, mas felizmente eles realmente gostaram do que eu escrevi. e eu consegui escrever a coisa toda. E tem sido o melhor!"

9. A série conseguiu 100% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, sendo um dos maiores sucessos da Netflix

10. Muitos dos artistas com músicas na trilha sonora de Heartstopper também são da comunidade LGBTQIA+!


Leia também:

0 Comentários:

Assista no YouTube